(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Palestras nas escolas alertam para o problema das drogas

Segurança Comentários 07 de maro de 2014

Trabalho desenvolvido pela Assessoria de Segurança e GGIM visa alcançar os estudantes da rede municipal de ensino


Para reduzir o uso de drogas e conscientizar a população sobre os riscos dos entorpecentes, a Prefeitura de Anápolis, através da Assessoria Especial de Segurança Pública e do Gabinete de Gestão Integrada do Município-GGIM, iniciou um ciclo de palestras nas unidades educacionais do município. A programação começou nas escolas municipais Lena Leão, no Parque Brasília, e Mikail Ghannam, no Bairro Paraíso e vai se estender a outras unidades da rede.
O tema é “Prevenção ao uso de drogas, seus riscos e as responsabilidades decorrentes disso”. A meta da Assessoria Especial de Segurança Pública é atender mensalmente três unidades educacionais do município, além de outras entidades que solicitem as palestras. A programação inclui uma abordagem mais moderna sobre o assunto, com espaço para debates e perguntas sobre as políticas sobre drogas.
Segundo o assessor especial de Segurança Pública, Cel. Sidney Pontes, o objetivo é apresentar aos alunos o risco das drogas e suas consequências. “Estamos no segundo ano do projeto, e já tivemos bons resultados. Esperamos que neste ano possamos atingir um número maior de crianças e adolescentes, e que os mesmos possam propagar os males do uso de entorpecentes”, declarou.

Segurança
A questão da segurança pública é uma das demandas mais aclamadas pela população das cidades. Devido à sua importância, acredita-se que, após os temas saúde e educação, os investimentos nesta área devem ser mais bem aplicados. Por isso, desde 2010, a Assessoria Especial de Segurança Pública dá a sua parcela de contribuição no trabalho preventivo da criminalidade, efetuando a instalação de 25 câmeras de videomonitoramento. E no final de 2013, o município ampliou significativamente esta contribuição, aumentando em mais 43 o número de câmeras instaladas, representando o monitoramento de todas as regiões da cidade.
O sistema de videomonitoramento é coordenado pelo Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), órgão criado a partir das diretrizes do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, com objetivo de prevenir, controlar e reprimir a criminalidade no município.
Sua estrutura física apresenta a seguinte organização: uma Central de Monitoramento, onde estão instalados os monitores de mapeamento das zonas de criminalidade 24 horas; o teleatendimento, com ramais gratuitos para disque-denúncia e disque-emergência; e a Sala de Intervenção de Crises, destinada às tomadas de decisões e complementação de ações referentes ao trabalho executado.
A supervisão do videomonitoramento é feita pela Polícia Militar. A Prefeitura é responsável pelo pagamento do salário dos agentes de monitoramento e também do banco de horas dos policiais. O trabalho é organizado em quatro turnos e é realizado por quatro profissionais – um policial militar, um agente da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), e dois funcionários encaminhados pela Associação dos Deficientes de Anápolis -, que cumprem escala de 12 por 24 horas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Detento envolvido com quadrilha morre na cadeia pública de Anápolis

06/09/2018

Mais um detento morreu em circunstâncias misteriosas na Cadeia Pública de Anápolis. O fato deu-se na noite de terça-feira...

Organização criminosa cai em ação conjunta da Polícia Civil com a PRF

30/08/2018

Uma Força Tarefa da Polícia Civil de Goiás (PCGO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, nesta quinta-feira,30, a...

Parceria visa solução para casos de desparecimentos

30/08/2018

O secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO)...

Falso policial tenta “passar conversa” em policiais de verdade em Jaraguá

23/08/2018

A Polícia Civil de Jaraguá prendeu um homem que se fazia passar por policial nesta quinta-feira (23). Uma equipe de investi...