(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ocupações de escolas estão chegando ao fim

Educação Comentários 19 de fevereiro de 2016

Expectativa é que no início da semana que vem, as aulas sejam retomadas em todas as unidades que ainda estavam sob ocupação


No início da noite da última quarta-feira,17, os estudantes que ocupavam as dependências do Colégio Estadual Antesina Santana deixaram o local. No mesmo dia, o estabelecimento- que não teve danos ao seu patrimônio- passou por uma limpeza para reabrir as suas portas para os estudantes no dia seguinte. Até o fechamento da edição, apenas duas escolas estaduais- Américo Borges de Carvalho e Mauá Cavalcante Sávio- permaneciam ocupadas por grupos contrários à proposta do Governo Estadual de fazer a gestão compartilhada com Organizações Sociais (OSs).
De acordo com a subsecretária regional de Educação, Sonja Maria Lacerda, as duas escolas ainda ocupadas já foram notificadas com a decisão judicial que determinou a reintegração de posse à Secretaria de Educação. A expectativa é que a desocupação total aconteça nesta sexta-feira,19, permitindo que as aulas sejam retomadas já a partir de segunda-feira,22.
Mesmo com a desocupação, de acordo com a subsecretária, o prejuízo para os estudantes e para os professores “será imenso”, em razão da necessidade de se estabelecer um calendário de reposição de aulas aos sábados e, talvez, até, durante parte do período das férias escolares.
O primeiro edital de chamamento (nº 001/2016) da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte, visando a contratação de Organizações Sociais para a gestão de escolas da rede estadual de ensino contempla 23 unidades ligadas à IV Microrregião-Anápolis. Desse total, 21 são do próprio Município; duas em Pirenópolis; uma em Abadiânia, uma em Alexânia e uma em Nerópolis. Anápolis, portanto, está sendo uma espécie de cobaia para a implantação desse novo modelo.
De dezembro do ano passado a janeiro deste ano, oito escolas foram ocupadas na cidade, são elas: Colégio Estadual Américo Borges de Carvalho, Colégio Estadual Carlos de Pina, Colégio Estadual Jad Salomão, Colégio Estadual José Ludovico de Almeida, Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo, Colégio Estadual Polivalente Frei João Batista, Colégio Estadual Herta Layser O´Dwyer e Colégio Estadual Antensina Santana.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Acadêmicos da UniEVANGÉLICA fazem ato alertando sobre a questão do suicídio

25/04/2019

Foi apenas um abraço simbólico, mas por trás de todas aquelas mãos dadas, estava uma comunidade inteira pedindo ajuda. A ...

Controladoria divulga inspeção sobre o Pronatec/Universidade Estadual de Goiás

25/04/2019

A Controladoria Geral do Estado de Goiás tornou público o Boletim de Inspeção que trata de possíveis irregularidades na ...

Associação Educativa Evangélica celebra 58 anos do Instituto Superior de Educação

17/04/2019

Uma instituição que contribui para o ensino da Pedagogia com excelência. Assim pode ser definido o Instituto Superior de E...

Alunos promovem paralisação na UEG

13/04/2019

Os alunos da Universidade Estadual de Goiás – Campus Anápolis de Ciências Exatas e Tecnológicas – “Henrique Santill...