(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Obras de drenagem na Fernando Costa protegem parque ambiental

Geral Comentários 30 de agosto de 2018

Obras avançam na Avenida e alteram trânsito na região. Em breve, população receberá mais este benefício


A Prefeitura realiza a maior obra de drenagem já vista na região norte da cidade, com quase cinco quilômetros de extensão. O serviço vai proteger o Parque da Jaiara e arredores dos transtornos provocados pela água da chuva que desce pela Avenida Fernando Costa, conforme ocorreu nos últimos anos. Vale lembrar que, na época, os moradores da região não puderam usufruir do Parque da Jaiara que, inaugurado em 2016, ficou destruído após fortes chuvas.
O prefeito Roberto Naves vê nessa obra o resgate de uma antiga demanda dos moradores e comerciantes da região. “Quando assumimos a administração da cidade de Anápolis, traçamos algumas metas prioritárias. Uma delas era recuperar o Parque da Jaiara e não deixá-lo mais ser destruído por não realizar o trabalho básico de refazer a rede pluvial. Por isso fizemos esse serviço tão importante que pode não aparecer aos olhos da população, mas que ela vivencia seus benefícios”, afirmou o prefeito.

Interrupções
gradativas
Os comerciantes não precisam ficar preocupados. Isso porque uma nova quadra só será iniciada quando a anterior for liberada. Um terço do projeto já foi executado, alcançando em torno de 1,6 quilômetros de tubulação dupla com diâmetro de 1,20 metros. Nesse momento o trânsito entre o cruzamento da Rua Rio Verde até o cruzamento com a Rua Corumbá é onde está concentrado os trabalhos.
A frente de serviços passou pela Rua Formosa, percorrendo 110 metros, para encontrar a Avenida Bernardo Sayão, que demanda 1.350 metros de rede, com tubos de 1,50 metros de diâmetro. Na prática, isso significa o dobro de absorção do volume de água. Depois de concluído esse trecho, as intervenções retornam para a Avenida Fernando Costa, para finalização do serviço.
Serão instaladas 96 bocas de lobo triplas, duplas e simples. Há ainda a previsão de 58 pontos de visita, que são caixas de concreto que possibilitam a presença de técnicos para a manutenção da rede de água pluvial.
A tendência é que a obra, que vai impedir novos alagamentos nas proximidades do Parque da Jaiara, encerre em 45 dias. Vale lembrar que, antes disso, inúmeros transtornos foram verificados em função das galerias de águas pluviais subdimensionadas. Finalizado essa parte de drenagem, segue a recuperação do pavimento e a aplicação de microrrevestimento, além da sinalização horizontal e vertical do trecho.
O contrato para a execução do projeto de drenagem é de R$ 3.283.112,00 e tem como fonte de recursos os ministérios das Cidades e do Turismo, além da contrapartida da Prefeitura de Anápolis.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

UniEVANGÉLICA - Seminários destacam direitos da pessoa com deficiência

20/09/2018

Foi promovido nesta semana na UniEVANGÉLICA o Seminário dos Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, uma iniciativa d...

Regulamenta lei que proíbe fabricação e uso do cerol

20/09/2018

O governo de Goiás editou o Decreto n° 9.316, de 18 de setembro de 2018, que regulamenta a Lei n° 17.700/2012, que dispõe...

Comarca de Anápolis fica de fora do plano para a expansão de novas varas

20/09/2018

A Comarca de Anápolis ficou de fora da primeira fase do plano de reestrutura judiciária, definido pela Lei 20.254/18, que d...

Vereador destaca do Dia do Vicentino

20/09/2018

Em discurso no pequeno expediente, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,19, o vereador Lisieux José Borges (...