uando você tem um tempo livre, prefere malhar ou assistir um filme? Se preferiu a segunda opção, seu" />
(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

O ser humano é biologicamente programado para ser preguiçoso

Saúde Comentários 09 de outubro de 2015

Estudo sugere que mesmo quando optamos pelos exercícios, nosso cérebro trabalha para que eles sejam executados com menor gasto de energia possível


uando você tem um tempo livre, prefere malhar ou assistir um filme? Se preferiu a segunda opção, seu comportamento está dentro do esperado. Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade Simon Fraser, no Canadá, mostrou que os seres humanos são biologicamente "programados" para a preguiça.


A pesquisa, publicada recentemente no periódico científico Current Biology, mostrou que mesmo quando optamos por nos mover, nosso corpo faz isso da maneira mais econômica possível. Isso pode ter um impacto negativo entre as pessoas que estão tentando perder peso.


Durante o estudo, os pesquisadores pediram que nove voluntários andassem em uma esteira enquanto usavam um aparelho ortopédico que dificultava o ato de caminhar. Em apenas alguns minutos os pesquisadores perceberam que todos os voluntários haviam modificado seu modo habitual de caminhar para um que usava menos energia e, consequentemente, queimando menos calorias.


"O sistema nervoso é capaz de fazer essa otimização de energia de forma subconsciente. E esta é a primeira forte evidência de que o sistema nervoso seja realmente capaz de fazer isso", disse Max Donelan, coautor do estudo.


De acordo com os autores, os resultados sugerem que, mesmo quando as pessoas optam por se exercitar, seus cérebros estão trabalhando para que isso seja feito da maneira mais eficiente e com o menor gasto de energia possível.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Dengue registra mais baixas em notificações e sem casos de óbitos

19/07/2018

Uma boa notícia para a saúde pública: nos seis primeiros meses deste ano, nenhum óbito de dengue e suas complicações fo...

Anápolis precisa ampliar a sua estrutura hospitalar

18/07/2018

Além do Hospital de Urgências “Dr. Henrique Santillo”, Anápolis conta com outras seis unidades hospitalares, entre pú...

Maior conscientização sobre o SAMU pode salvar vidas

18/07/2018

Prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Essa é a missão...

Pessoas especiais têm serviços odontológicos ampliados

18/07/2018

A cadeira de dentista já foi um problema na vida de Maria Beatriz Santos, oito anos. A menina, que tem Síndrome de Down, re...