(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Número de empresas exportadoras aumenta em Goiás

Economia Comentários 16 de janeiro de 2015

Em 2014, 270 empresas exportam mais de 900 diferentes produtos goianos para vários países


Após divulgar o saldo comercial recorde da balança comercial goiana, em 2014, que registrou superávit histórico de US$ 2,56 bilhões, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás destaca que o Estado ampliou o número de empresas que vendem para o mercado externo.
As estatísticas mostram que, no ano passado, 270 empresas foram responsáveis por colocar mais de 900 produtos goianos no mercado internacional. Em 2013, foram 242 empresas que concretizaram vendas para outros mercados.
O acréscimo de 11,11% no número de empresas exportadoras, em relação ao ano anterior, se torna mais significativo pelo fato de 2013 ter sido o melhor ano da história para as exportações goianas. “Esse aumento é importante e demonstra que o trabalho contínuo de apoio e capacitação oferecido pelo Governo de Goiás aos empreendedores goianos traz resultados concretos”, comenta o superintendente executivo de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento, William O’Dwyer.
Ainda de acordo com as estatísticas da Secretaria, 169 empresas exportaram até o limite de US$ 1 milhão. Na faixa entre US$ 1 milhão e US$ 10 milhões aparecem 45 empresas, enquanto outras 33 foram classificadas até o valor de US$ 50 milhões. As outras 23 empresas fecharam suas vendas acima de US$ 50 milhões.

Novos Mercados
Samoa, Luxemburgo e Turcomenistão foram alguns dos novos parceiros que ingressaram na pauta de exportações do comércio exterior de Goiás. Eles passaram a fazer parte do destino das mercadorias goianas em 2014.
Estado soberano da Polinésia na Oceania, Samoa importou preparações alimentícias da indústria goiana. Luxemburgo, pequeno país situado na Europa Ocidental e limitado pela Bélgica, França e Alemanha, comprou vermiculita, um mineral conhecido por sua excepcional capacidade de isolamento. Já o Turcomenistão, país da Ásia Central, abriu suas portas para as carnes bovinas desossadas.
Para O’Dwyer, essa capacidade das empresas goianas em buscar novos mercados nas diversas regiões do mundo é uma das razões do fortalecimento da economia goiana. “Essa é uma das missões que recebemos do vice-governador e secretário José Eliton: a de fazer dos produtos goianos uma marca conhecida no mundo”.

Peiex
Empresas goianas interessadas em vender para o países latinos, europeus e africanos têm à frente uma oportunidade única de se capacitarem para o comércio exterior. A Secretaria de Desenvolvimento está com vagas abertas para a 3ª edição do Projeto de Extensão Industrial Exportadora (Peiex), que terá início ainda neste mês de janeiro. As empresas inscritas e selecionadas pelo programa passarão por uma análise minuciosa de seu perfil exportador. Se detectado o potencial, passam a contar com acompanhamento técnico, palestras, rodadas de negócios, além de ações de divulgações junto a investidores estrangeiros.

Desde 2012, 360 empresas goianas de diferentes segmentos foram atendidas pelo Peiex e mais de 22 cursos foram oferecidos. O programa de capacitação chegou a centenas de pessoas nas seis áreas foco do projeto: Administração Estratégica, Finanças e Custos, Vendas e Marketing, Capital Humano, Produto e Manufatura e Comércio Exterior. Do total de empresas atendidas, o perfil exportador foi detectado em 40, informa a coordenadora do projeto, Alessandra Gomes.
Para se inscrever, os empresários devem enviar e-mail para peiexgoias@gmail.com solicitando seu cadastro. Uma ficha é remetida ao interessado, que tem até o fim de janeiro para respondê-la. Um profissional irá então até a empresa e realizará um diagnóstico. Após o mapeamento, serão planificadas as potencialidades e as demandas a serem atendidas pelo projeto.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...