(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Novo caça terá partes fabricadas no Brasil

Desenvolvimento Comentários 12 de abril de 2017

Primeiras unidades da nova frota de caças supersônicos deverão ser sediados na ALA 2 (nova denominação da Base Aérea de Anápolis)


A Saab, empresa sueca parceira do Brasil no projeto Gripen NG, detalhou no início do mês, durante a feira de defesa e segurança LAAD 2017, os detalhes da sua nova unidade industrial, a ser instalada na cidade de São Bernardo do Campo (SP). A nova fábrica de aeroestruturas irá produzir asas e partes das fuselagens traseira e dianteira dos caças.
O projeto prevê que 15 dos 36 caças Gripen NG encomendados para a Força Aérea Brasileira (FAB) sejam fabricados no Brasil. A montagem final será realizada pela Embraer. A primeira unidade aérea a receber o novo modelo deverá ser o 1º Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação da ALA 2 (nova denominação da Base Aérea de Anápolis).
De acordo com o chefe da unidade de negócios Gripen Brasil na Saab, Mikael Franzén, a fábrica de aeroestruturas em São Bernardo do Campo poderá produzir inclusive partes das aeronaves futuramente exportadas para outros países. “Grandes avanços estão ocorrendo no programa Gripen para o Brasil”, afirmou.
O programa de transferência de tecnologia começou em outubro de 2015, com o envio de profissionais brasileiros para a Suécia, e terá duração de dez anos. Mais de 350 profissionais devem participar de treinamento naquele país.
A Saab já trabalha no Brasil e na Suécia em parceria com as empresas Embraer, Akaer, AEL Sistemas, Atech e Inbra, todas brasileiras, e agora fez um acordo com a Atmos Sistemas. A empresa atuará na manutenção de componentes para os sistemas de sensores do Gripen, como equipamentos de radar e de guerra eletrônica.
Outra parceria anunciada foi com o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), organização do Comando da Aeronáutica. Serão seis de programas de cooperação de pesquisa e tecnologia, envolvendo desde o design de aeronaves até engenharia aeroespacial. O objetivo é estabelecer requisitos a serem utilizados em projetos futuros de desenvolvimento.
A Força Aérea Brasileira assinou com a empresa sueca SAAB o contrato para aquisição de 36 aviões de caça Gripen NG, em 2014. A primeira aeronave deverá ser entregue em 2019, e a última, em 2024.

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Desenvolvimento

Carta de Anápolis busca retomada do crescimento do Município

04/05/2017

A retomada do crescimento econômico, com o consequente aumento na geração de empregos, renda e divisa, são alguns dos obj...

Evento traz abordagem sobre turismo no Município

27/04/2017

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Turismo, realiza nesta sexta-feira, 28, o Coffee Break Tu...

Parlamentar goiano em debate sobre incentivos fiscais no Confaz

19/04/2017

O deputado Alexandre Baldy (PTN-GO) participou de reunião com integrantes do Conselho Nacional de Política Fazendária – ...

Goiás terá cerca de R$ 3 bi para empréstimos do FCO

12/04/2017

Anápolis recebeu, durante a manhã da última terça-feira11, a Caravana Banco do Brasil- FCO. O evento, que teve o apoio da...