(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 393

Causos de Polícia Comentários 23 de novembro de 2012

Notas Gerais


Sabe quem foi
Wesley tem um estabelecimento comercial no Jundiaí. Esta semana ele chamou a polícia e disse que sua empresa fora arrombada e de lá sumiu um monitor de 14 polegadas. Disse mais ao Sargento Celso e ao Soldado Tadeu que desconfia de quem seja o autor. No caso, autora. Ele assegurou que trata-se de Sara de Tal. Foi orientado a registrar uma ocorrência na Polícia Civil que finalmente, encerrou a greve.

Encarou, dançou
Ícaro é destemido e não tem medo de cara feia. Mas, esta semana ele se deu mal. Estava na Praça 31 de Julho (Câmara Municipal) quando foi abordado pelos soldados Antunes e Sérgio Roberto, encarregados do patrulhamento na área. Os policiais pediram para ele se identificar. Pra quê??? Além de encarar os PMs, ele ainda tentou fugir, sendo seguro por um dos soldados. Entrou em luta corporal com os dois e demorou a ser dominado. Mas, foi. Acabou indo parar no Plantão Policial

Idas e vindas
Enoilton, 29 anos e Maria, 30 anos, já tiveram um longo caso de amor. Mas, este amor, um dia, acabou. Na semana passada, entretanto, ele pediu arrego e foi à casa dela, na Vila Esperança. Prometeu que estava arrependido e que queria voltar. Ela resolveu dar um a uma nova chance ao antigo amor. Nos primeiros dias, até que foi bem. Mas, com o passar do tempo, a coisa azedou de novo e ele andou falando alguma coisa que não a agradou. Ela respondeu à altura e ele ficou bravo, partindo para a ignorância. Ela chamou a polícia e o Sargento Figueiredo e o Soldado Paulo Caetano chegaram bem na hora. Enoilton sumiu na capoeira e não mais foi visto, nem mandou lembranças. Ela, entretanto, não quis representar contra ele. Será que ainda o ama?

Vacilou I
Guilherme, que já responde a processo pelo Artigo 157 do Código Penal (roubo/assalto) trafegava com sua moto Honda pelas ruas do Bairro São Sebastião. Azar dele que pro lá trafegavam, também, o Cabo Márcio e os soldados Erick e Marcelino. Encontro fatal. Verificando os documentos da moto, os policiais viram que havia um monte de multas, sem contar o atraso no IPVA. A dita cuja ainda estava sem a placa. Apertaram o Guilherme e ele deu o serviço. Estava transportando 13 porções de crack, mais duas porções de maconha e disse que a moto pertencia a seu primo Rafael. Resultado: foi levado para o Plantão onde ficou cara a cara com o delegado. Aí, dançou...

De faca, não...
Onze e meia da noite, no Setor Sul. O Soldado Sérgio Roberto foi escalado para atender a uma ocorrência de ameaça a de morte. Chegando ao local ele foi recepcionado por Gabriela, que tremia como para lama de Toyota. Ela disse ao policial que seu amásio, de nome Rafael, queria abrir sua barriga com uma faca para ver o que tinha dentro. Com a aproximação da polícia, o valentão sumiu na escuridão da noite.

Ladrão elegante
“Que moto mais maneira!!! Vou ficar com ela”. Foi o que disse um elemento de raça negra, olhos bem esbugalhados, ao Divino que, na oportunidade, estava acompanhado de Mirian. Isto, dez e quinze da noite no Jardim Palmares. “Mas a moto é minha e eu preciso dela pra trabalhar”, argumentou Divino. “É, mas eu preciso dela para assaltar”, rebateu o bandido, já com um baita revólver na mão. Divino pensou que era melhor perder o anel do que perder o dedo. Entregou a moto FAN 150, preta. Quando já ia saindo o ladrão engraçou-se com o celular de Mirian e resolveu levá-lo também.

Vacilou II
Adna tem uma mercearia no Parque Calixtópolis. Esta semana, ela vacilou um minuto e ficou sem seu aparelho celular. A comerciante disse que ausentou por dois segundos do caixa E, quando retornou, não viu mais o aparelho. A câmera de segurança filmou um indivíduo magro, estatura mediana, meio careca e de cor parda, apanhando o celular e correndo. O Sargento Martins e o Soldado Marinho atenderam a esta ocorrência.

As moedinhas
Waldiney vinha juntando cada moeda que recebia e já havia enchido dois cofrinhos. Era para gastar no Natal. Era, pois um desalmado ladrão entrou em sua casa, no Residencial Reny Cury e levou os ditos cofrinhos. Waldiney chamou a polícia e foi atendido pelo Soldado Alcântara, que quase morreu de pena dele. O bandido ainda levou dois controles remotos. Mas, deixou os aparelhos. “Pra quê ele quer os controles?”, disse Waldiney.

Mistério
Dean tem 25 anos e mora no Jardim Santa Cecília. Ele levou três facadas nas costas e foi socorrido pelos soldados Alcântara e Caetano. Mas, não sabe quem foi, muito menos os motivos por que levou as punhaladas. Foi levado para o Hospital de Urgências “Doutor Henrique Santillo”. Muito estranho este caso...

Na boa
Oito e meia da noite, Rua Zenaide Roriz, Jundiaí. O menor de inicial E. caminhava em companhia de alguns amigos, quando foram abordados por um elemento pilotando uma moto vermelha, blusa branca, capacete rosa e calça jeans. “E aê, moçada... Beleza? Tá rolando o quê?”, perguntou o motoqueiro. “De boa” respondeu o menor E. “Valeu, xará. Se vocês não se importarem, gostaria que fossem passando celular, dinheiro, tudo que tiverem aí”, disse o motoqueiro. Como argumento ele tinha um revólver 38 e cara de poucos amigos. E. e os colegas, sem saída, entregaram. Depois chamaram a polícia, mas quando o Cabo Márcio e o Soldado Claudivino chegaram, já era...

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...