(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 392

Causos de Polícia Comentários 16 de novembro de 2012

Notas Gerais


Facão na mão
Oito e meia da manhã e Deolino, com um baita facão, queria cortar a goela de Haroldo. Isto, na Vila Jussara. Haroldo que não é bobo, nem louco, deu no pé, gritando e pedindo socorro. Os vizinhos, amedrontados, chamaram a Polícia Militar. O Cabo Costa e o Soldado Santana chegaram bem na hora de evitar a tragédia. Não ficou explicado, direito, o motivo da confusão. Deolino tem 70 anos e Haroldo 42. Não são mais crianças.

Deu errado
“Sua empresa está toda irregular e a gente vai ter de multar, a não ser que o senhor adiante R$ 1.800,00. Aí, a gente quebra a multa”. Foi o que disseram Kleber e Edson, passando-se por fiscais da CELG, ao Sérgio, dono de uma distribuidora no Setor Jamil Miguel. “Mas, deixa por R$ 500...”, insistiu o empresário. Fechado o negócio, a dupla apareceu para receber a propina. Só que, quem estava esperando pelos dois eram o Sargento Evandro e o Cabo Luiz Carlos. Flagrante em Kleber. Edson, que esperava no carro lá fora, quando viu a ‘casa cair’ sumiu no mundo. Mas, a Polícia Militar diz que vai achar o estelionatário e levá-lo para junto do comparsa. Na cadeia.

Mocó desativado
Há dias que um ônibus branco estava parado na Avenida Brasil Sul. Aparentemente sem qualquer problema. Mas, esta semana, chamaram a polícia, relatando que o veículo estava servindo de mocó (habitação/esconderijo de marginais) e que precisava ser removido. Lá estiveram o Sargento Willian e o Soldado Glauber. Os militares constataram a irregularidade. O velho ônibus foi removido para o pátio da CMTT.

Folgadões
Três e meia da tarde, Residencial Gibran. Dois homens e uma mulher rondavam a casa de Lucinéia. Olharam, para lá, olharam pra cá e não viram ninguém espreitando. Decidiram arrombar a janela e ver se tinha alguma coisa que lhes interessasse lá dentro. Ninguém, vírgula... Um vizinho viu e deu o grito. O trio correu e a polícia foi chamada. O Soldado Sérgio foi ao local imediatamente, mas os ‘malas’ já haviam desaparecido.

Acerto de contas
“Vim receber o que você me deve”, disse Aparecida ao Jean, dono de uma loja na Avenida Pedro Ludovico. “Vamos conversar”, disse o comerciante. “Não tem conversa”, respondeu a Cida, partindo para cima de Jean, dando-lhe um sopapo. Começou o quebra-pau. Muitas mercadorias caíram ao chão, despedaçando-se. Chamaram a PM e o Sargento Godoy chegou em cima da hora. Ele orientou que os dois procurassem resolver a questão no Distrito Policial. “Mas, só depois da greve”, disse o PM.

Sem o carro
Divino, 54 anos, sentiu-se mal esta semana e resolveu ir ao médico fazer uma consulta. Deixou seu carro, um VW Gol branco, na Avenida Contorno. Depois do atendimento, ele ia retornando para casa, todo alegre, com as chaves na mão. Mas, quando chegou ao local onde havia estacionado o veículo, cadê ele? Alguém se adiantou, levando o carro. Desesperado, Divino, que precisa dele para trabalhar, chamou a Polícia e foi atendido pelo Sargento Godoy e pelo Soldado George. Ficou no prejuízo. Por enquanto...

Confiança
Isaquiel, morador da Rua Rafael Braga, Vale das Laranjeiras, tinha guardados em casa R$ Dois mil e um note book. Pensou que estavam seguros. Trágico engano. Esta semana, ao chegar em casa, ele notou que uma das janelas havia sido arrombada. Já pensou no pior. E, infelizmente, estava certo. Os ladrões levaram o dinheiro, o note book e, de quebra, um DVD player, uma espingarda de chumbinho e um telefone celular. O Soldado Sérgio fez o atendimento. Esse tipo de roubo (note book e celular) é o que mais aparece nas ocorrências. Policiais desconfiam que seja encomenda.

Com a erva
Valdeci, 27 anos, estava em atitude suspeita no Anápolis City. E, o Soldado Emílio, que não é bobo nem nada, desconfiou dele. Faro policial. Feita a abordagem, Valdeci foi flagrado portando 50 gramas de uma substância esverdeada, “parecendo maconha”, segundo a ocorrência. O suspeito foi detido e conduzido ao Plantão onde lavrou-se um TCO em seu desfavor.

Assaltados
Lucas e Matheus, que não formam nenhuma dupla sertaneja, estavam no maior papo em frente à residência de ambos, no JK Nova Capital. Eram onze e treze da noite. Nisto, do nada, apareceram dois elementos falando que gostaram muito da moto Honda CG 125 que ali estava. E, adiantaram que pretendiam levá-la. Lucas e Matheus foram convencidos a deixarem a dupla levar a moto, devido a um revólver 38 que estava na mão de um dos assaltantes. E, quando já iam saindo, um dos bandidos parou a moto e pediu, gentilmente, que os assaltados entregassem, também, R$ 27 em dinheiro vivo e um boné de marca. Foi o que eles contaram ao Cabo Neves e ao Soldado Agnaldo.

Latada
“Moço, minha moto estragou e eu queria que o senhor 'guardasse ela' pra mim até eu buscar o mecânico”. Foi o que disse um elemento ao Cléber, que mora no Jardim Arcoverde. Gentilmente, o chacareiro deixou. Mas, como o suposto dono da moto sumiu e Cléber ficou incomodado com o veículo em sua casa, resolveu chamar a Polícia. E não é que a dita cuja era produto de furto? Cléber disse aos soldados Charliton e Boaventura que não conhece o elemento (e nem quer saber de confusão para o seu lado), mas que este disse morar no Residencial Copacabana.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...