(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 363

Causos de Polícia Comentários 27 de abril de 2012


Muita maconha
Policiais da Delegacia de Repressão a Narcóticos (Denarc) apreenderam no domingo (22) 700 quilos de maconha, que estavam escondidos na carroceria de uma caminhonete, no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Um homem de 29 anos, que estava dirigindo o veículo, foi preso em flagrante por tráfico de drogas. A investigação teve início por meio de uma denúncia anônima. Com base nas informações, os polícias se posicionaram na BR-153, na saída de Anápolis, e na Avenida Anhanguera, em Goiânia, com o objetivo de monitorar o fluxo de veículos nessa região. A caminhonete foi avistada já entrando em Goiânia, quando foi abordada.

Descuidada
Jeane estava no ponto de ônibus nas imediações do Feirão Coberto do IAPC (Centro de comercialização e Lazer “Capitão Armando”), quando foi abordada por um casal. A mulher era negra e obesa. O homem branco e de cabelos raspados. Queriam uma informação sobre determinado endereço. Mas, na verdade, quando Jeane se descuidou ficou sem a bolsa contendo celular e alguns trocados. Disse que iria dar queixa à polícia, mas, com pouca esperança de recuperar seus pertences.

Jovens e perigosos
Agentes do GENARC - Grupo Especial de Repressão a Narcóticos de Goianésia - apreenderam um adolescente de 16 anos e com ele também foi apreendido cerca de
500 gramas de maconha, 200 gramas de crack, um revólver calibre 38, além 14 munições do mesmo calibre. A Polícia Civil disse que após as prisões de grandes traficantes ocorridas este ano naquela cidade, o adolescente passou a ser considerado um dos principais traficantes de drogas ali. Em março ele foi alvejado por cinco disparos de arma de fogo após uma disputa por ponto de venda de drogas no Bairro Jardim Esperança entre ele e outro traficante daquele setor. Este outro traficante chegou ao ponto de ameaçar a todos que negociassem com o adolescente, até porque este possuía crack “de melhor qualidade e de menor preço”. Após o fato, ambos passaram a andar armados se ameaçando mutuamente.

Maldade pura
Aniceto é um tipo faz tudo. Eletricista, bombeiro hidráulico, pedreiro e consertador de fogão e tanquinho. Esta semana ele deixou sua caixa de ferramentas na garupa da bicicleta, enquanto foi fazer uma aposta na Mega Sena em uma lotérica no centro da Cidade. Só que, ao voltar, nem bicicleta, nem caixa de ferramentas. O pior é que a bike estava trancada com corrente e cadeado. Como será que a levaram?

Assassinato
Mais um crime brutal contra mulher em Goiânia. A advogada Michelle Muniz do Carmo, 30 anos, foi morta a tiros na madrugada de sábado (21), na Avenida T-63, Setor Nova Suíça. A vítima era filha do deputado estadual Luiz Carlos do Carmo (PMDB). O crime aconteceu por volta das 3h da madrugada. Michelle teria estacionado seu Honda Civic, cor branca, em frente a uma distribuidora de cervejas. Outro veículo, ainda não identificado, teria parado próximo e um ocupante atirado uma vez contra a mulher. Ela foi baleada no braço, mas o projétil perfurou o peito e morreu no local.

Covardia I
Na quinta-feira (26) um padrasto suspeito de estuprar e torturar enteados, de seis e sete anos, foi preso pela Polícia Civil em aparecida de Goiânia. Segundo a delegada Mírian Vidal, laudos periciais comprovam que as duas crianças eram torturadas com choques elétricos. Os meninos relataram à polícia que eram castigados pelo padrasto quando não faziam as tarefas. A maioria dos choques era nos testículos dos garotos. Também foi encontrada uma agulha dentro do joelho de uma das vítimas. Um dos meninos disse que foi violentado sexualmente pelo padrasto no dia me que completou seis anos. A mãe dos garotos disse que não tinha conhecimento da violência contra os filhos.

Covardia II
Em Anápolis, esta semana, deu entrada no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia, um garoto de apenas um ano e três meses, com lesões por todo o corpo. A Polícia foi chamada e constatou-se que a criança havia sido vítima de maus tratos. Há suspeitas de que o agressor do menino tenha sido o próprio pai. A delegada Kênia Segantine está cuidando do caso.

Briga de casal
Carlos e Karla, pelos nomes, pareciam ter sido feitos um para o outro. E até que no começo era assim mesmo. Muitas juras de amor e um casamento que durou, apenas, um ano e meio. Nesse tempo nasceu uma menina, hoje com dois anos. E é, justamente, a menina, a causa da briga entre os pais, hoje separados. Carlos quer passear com a criança nos finais de semana. Karla não deixa, alegando que ele é irresponsável, beberrão e mulherengo. Carlos diz que tem direitos como pai e que pretende ver esses direitos respeitados. Karla mandou que ele procurasse tais direitos. Ele constituiu advogada e quer, além do divórcio (o casal ainda está legalmente casado) e a guarda da filha. Karla mora no Vila Verde e, Carlos, na Vila Góis.

Encrenca
Iolanda e Maria das Graças são vizinhas de muro no Jardim América. Eram amigas até a semana passada, quando Maria foi reclamar que as folhas do abacateiro no quintal de Iolanda estavam sujando o seu e que não aguentava mais varrer. Chegaram a trocar insultos, mas, o genro de Maria, que é policial em Goiânia, a aconselhou a dar queixa no serviço de Posturas.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...