(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 359

Causos de Polícia Comentários 23 de maro de 2012


Maldade pura
O aposentado Tercino Moreira dos Santos, de 81 anos, foi assassinado em Niquelândia. O autor, foi um adolescente de apenas 15 anos. Tercino abrigava o menor há pelo menos 60 dias no imóvel e o desentendimento entre os dois se deu porque o idoso estaria cobrando R$ 100,00 do adolescente, para ajudar nos pagamentos das contas de água e luz da casa. Na última "conversa" entre os dois, os ânimos ficaram mais exaltados e o adolescente não pensou duas vezes: pegou uma faca com lâmina de 20 centímetros, que estava no imóvel, e deu um golpe certeiro em Tercino, atingindo-o logo acima do peito
esquerdo, na altura do coração. O crime revoltou a população local.

Cara de pau
José Rodrigues tem um pequeno comércio no Bairro de Lourdes. Dia desses, sentiu a falta de uma câmera de monitoramento. E não é que logo apareceu o Alessandro, com a dita cuja na mão, dizendo que a trocara por um toca CD com um menor residente no bairro e que queria uns trocados para devolver o aparelho? José chamou o Cabo Alessandro e o Soldado Ribeiro que levaram todo mundo para a delegacia.

Assaltado em casa
José Geraldo, morador no conjunto Vila Verde, chegava em casa, quando foi abordado por dois elementos, usando capacetes para não serem identificados. E, sem a menor cerimônia, pediu as chaves do carro, um Pálio. Além disso, tomaram dele R$ 100, mais o telefone celular. Ocorrência atendida pela Cabo Maria Ivone e pelo Soldado Ramos.

Um carro, dois donos
Aconteceu na Vila União. Edmilson disse que comprou uma Parati de Marco Antônio, por R$ 1,5 mil em dinheiro, mais outro veículo de menor valor. Marco Antônio disse que havia comprado o mesmo carro de um homem chamado Divino, por R$ 3,5 Acontece que Edmilson está com o carro e o Certificado de propriedade. Mas, Marco Antônio está com o documento de transferência. Confusão formada e o Cabo Félix achou melhor levar todo mundo para se explicar ao delegado de plantão.

Mãos ao alto
Bismarke, morador no Bairro Santo André estava em seu estabelecimento comercial, quando chegaram dois homens mal encarados, de arma em punho, e anunciaram o assalto. Foi em plena tarde do dia 21, quarta-feira. Não teve jeito. Bismarke entregou R$ 300, mais os documentos pessoais e os documentos do veículo de sua propriedade. Os soldados Erick e Ramos Júnior atenderam ainda tentaram localizar a dupla. Sem êxito.

Muito folgado
Tiago, nas horas vagas, vende drogas. Principalmente, cocaína. Esta semana, ele foi preso, incrivelmente, nas dependências do Quarto Batalhão de Polícia Militar, onde iria visitar um seu irmão que está apreendido no Centro de Internação Juvenil. Fora denunciado por Andriele, Carlos Alberto e João Nunes, flagrados pela polícia consumindo as drogas que haviam adquirido do Tiago. O Sargento Lima, com os soldados Erick, Ramos Júnior e Santiago cuidaram desta ocorrência.

Tiroteio
Sem coisa mais interessante para fazer na noite de quarta-feira, 21, Júlio César resolveu “experimentar” seu revólver Smith and Wesson, calibre 38, dando tiros para o alto no Bairro Eldorado. Deu tanto tiro que chamou a atenção dos vizinhos e, estes, chamaram a atenção da viatura comandada pelo Cabo Morbeck. Não teve jeito. Júlio César foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e por disparo em via pública.

Covardia
Augusto, morador no Parque das Primaveras, foi ao banco receber seu salário suado, de um mês inteiro. Pegou o dinheiro, entrou no coletivo e foi embora. Ao descer, notou a presença de dois suspeitos ocupando uma moto amarela. Não deu outra: foi assaltado na porta de casa e ficou sem R$ 900. Ele desconfia que os bandidos, um com a camisa do São Paulo e outro usando um capacete de cor preta, estavam seguindo-lhe desde o banco, ou que foram orientados por outros comparsas. A placa da moto estava dobrada para não ser identificada. Os soldados Barreto e George foram chamados e fizeram um patrulhamento para tentar localizar os bandidos, sem lograrem êxito.

Trio elétrico
Samuel tem um Palio equipado com potente aparelhagem de som. Passava de uma da manhã e ele não desconfiou. Estava curtindo músicas no maior volume. Os vizinhos não aguentaram e chamaram os soldados Hercílio e Felipe. Resultado: veículo guinchado para o pátio da Ciretran. Multa nele.

Roubou, dançou
Diogo, 26 anos, furtou uma Saveiro no Recanto do Sol. Cercado pela polícia ele deixou o carro e passou a saltar os muros de várias residências no Jardim das Américas. Mas, acabou detido pelo Cabo Washington, mais os soldados Porto e Paulo Júnior. Estava portando um revólver calibre 38. O carro, já meio depenado, foi localizado em sua residência e levado para a delegacia.

Adeus, amor
Leandra e Johnatan estão juntos há mais de um ano, morando no Conjunto Filostro. Esta semana ela, todavia, resolveu “dar um tempo na relação” e foi embora levando suas coisas. Ele, apaixonado demais, não aceitava a separação. Armou uma tremenda confusão que só foi desfeita com a chegada do Cabo Tomé e do Soldado Jáder. Depois, ficou tudo bem.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...