(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 337

Causos de Polícia Comentários 21 de outubro de 2011

Notas Gerais


Tragédia em casa
Um menino de nove anos matou, a facadas, seu padrasto. Segundo ele, foi para defender a mãe, que era ameaçada de morte pelo homem, na Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo, na noite do último dia 19, quarta-feira. Conforme o depoimento do garoto, o agressor, um frentista de 42 anos, tentava ferir a mulher com um facão, após discutirem. Na tentativa de proteger a mãe, a criança pegou uma faca de cozinha e esfaqueou o padrasto. O homem ainda tentou atingir o garoto com a arma, mas foi impedido por um vizinho que ouviu os gritos e tomou o facão do agressor. Ferido e desarmado, o padrasto ainda conseguiu jogar o garoto da escada da casa, mas o menino não teve ferimentos.

Tragédia anunciada
A existência de imóveis abandonados no centro de Anápolis já foi denunciada por diversas vezes, pois eles se tornam locais preferidos por traficantes e consumidores de drogas, além de outros moradores de ruas. E, esta semana, o inevitável aconteceu. Na tarde de quarta-feira, 19, foi achado um cadáver sepultado parcialmente junto a uma casa abandonada, na Rua Coronel Batista, a pouco mais de 100 metros da Delegacia Regional de Polícia. Este fato não é isolado. Há cerca de dois anos, uma jovem foi encontrada morta, também, em uma casa abandonada no centro da Cidade, na Travessa Alarcão.

Caso chocante
Na cidade de Formosa, o soldado do Exército Kleiton Roberto Reis, de 22 anos, vivia fazendo ameaças à esposa, Orcília, também de 22 anos. Na semana passada ele invadiu a casa da sogra para cumprir as ameaças, mas a esposa não se encontrava no local. Kleiton, então, passou a discutir com a sogra, Maria de Fátima, 45 anos e, em determinado momento, sacou de uma arma e atirou na direção dela. Apavorado, fugiu e a Polícia foi chamada. A mulher não foi atingida. Horas depois, Kleiton foi encontrado morto, com o revólver na mão, tudo indicando que ele havia cometido suicídio. A esposa disse aos policiais que o soldado era muito bruto e a ameaçava de morte constantemente.

Adeus, vacas
Tiago Carvalho e Ocimar Teixeira deviam quatro mil reais a um homem chamado Geraldo Santos. Como demoravam a pagar, o credor perdeu a paciência e, acompanhado de alguns amigos, foi à propriedade rural das vítimas e “sequestrou” sete vacas, cujo valor, segundo os reclamantes, seria de R$ 17,5 mil quatro vezes mais que a dívida original. O assunto foi parar na Polícia.

Bandido perigoso
A Força Nacional de Segurança Pública, em atuação conjunta com a Polícia Militar de Goiás, prendeu um jovem de 19 anos acusado de assassinar 14 pessoas no Novo Gama, a 40 quilômetros de Brasília. Ele foi detido quando fugia, após disparar cinco tiros contra um homem que reagiu ao roubo de uma bicicleta. A denúncia que levou à prisão, em flagrante, do bandido, partiu de pessoas da região. O preso foi levado para o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) de Valparaíso de Goiás, juntamente com a arma que teria sido usada no crime, um revólver calibre 38. Sua identidade não foi revelada.

Mulher corajosa
Na noite de terça-feira, 18, Alcione Mendes, 29 anos, foi abordada por três menores que queriam roubar-lhe a bolsa. O fato ocorreu nas imediações do Feirão do IAPC. Sem se intimidar, ela enfrentou os assaltantes e trocou uma saraivada de sopapos, chutes e socos com os três. Saiu arranhada, com algumas escoriações, mas não entregou a bolsa, onde estavam as chaves da casa, um telefone celular Nokia e R$ 14 em dinheiro. Ela não quis queixar-se na Polícia, alegando que não adianta. Mas, disse que guardou, bem, a fisionomia de, pelo menos, dois assaltantes e que quando encontrá-los de novo, “a coisa será pior”.

Vereador acusado
Após trinta dias de investigações, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Goianésia, concluiu no último dia 17, o Inquérito Policial que apura a prática de atos libidinosos diversos da conjunção carnal cometidos pelo vereador Altemar Carrilho de Castro, o Temal. Altemar, que é Presidente da Câmara de Vereadores de Goianésia, é acusado de abusar sexualmente da menor A. C. S. F, de 14 anos de idade, “durante os últimos quatro anos”. De acordo com a delegada de Polícia Fabiane Drews, responsável pelas investigações, os elementos informativos produzidos no Inquérito Policial, composto por mais de cento e trinta laudas, são suficientes à demonstração da autoria, da materialidade e das circunstâncias do crime. O vereador, entretanto, nega as acusações, afirmando ser

vítima de perseguição.
Aniversário trágico
João Veloso Neto completou 21 anos na segunda-feira, 17. Mas não teve tempo para comemorar. Ele foi morto, justamente, no dia do aniversário, atingido por 18 tiros certeiros, disparados de uma pistola 380. Segundo os próprios familiares, João Veloso estava envolvido com más companhias e, contra ele, pesavam acusações pela prática de diversos delitos. Este crime aconteceu no Jardim dos Ipês e não teve testemunhas. Se teve, ninguém quis falar nada à Polícia. A situação no Jardim dos Ipês, segundo os moradores, é complicada, principal mente devido à presença de muitos marginais.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...