(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Notas Gerais - Ed. 333

Causos de Polícia Comentários 23 de setembro de 2011

Notas Gerais


Matemática macabra
O comentário que rola nos meios policiais, em Anápolis, é que os traficantes estariam mandando (ou eles mesmos executando) matar usuários que não pagam as dívidas contraídas na aquisição de drogas, principalmente crack, com balas contadas. E a coisa funcionaria, mais ou menos, assim: Se o usuário deve dez pedras, recebe dez tiros. Se dever vinte, recebe vinte balaços. Foi o que teria acontecido, por exemplo, com Adriel Alves, de 27 anos, que residia no Setor Bougainville. Segundo consta, ele devia oito pedras de crack. Levou oito tiros. Rafael Ávila da Silva, devia 18 pedras de crack. Foi baleado 18 vezes. Este caso aconteceu dia 23 de agosto, no Bairro Boa Vista.

Primo da onça
João Batista e Johnny Bruno são primos. Foram criados juntos, na maior amizade. Mas, na semana passada, João estava meio apertado e pediu seis reais emprestados ao primo Johnny. Como este não tinha o dinheiro, veio a surpresa. João sacou de uma peixeira que trazia na cintura e ameaçou espetar o primo. Para não se ver furado, Johnny entregou um DVD. O primo João sumiu com o aparelho, mas foi localizado minutos depois pela viatura da PM. Resultado: foi passar uns dias na Casa de Prisão Provisória. Em Goiânia, já que a Cadeia Pública de Anápolis está interditada para novas hospedagens. E quando voltar, o caso de polícia vai virar, também, caso de família. Pode?

Cadê a galinha?
Frederico Feitosa, morador em Sancrerlândia, procurou a polícia para denunciar sua vizinha Maria Hermenegilda, do roubo de uma galinha. O agente Francisco de Assis perguntou se ele tinha provas de que a ave havia sido roubada pela mulher. Ele disse: “Seguinte, doutor: a galinha ela roubou, matou e comeu. A prova que eu tenho é esse monte de penas da carijó que ela levou do meu quintal”. E, abriu uma sacola de plástico cheia de penas. O delegado ficou de estudar a questão.

Torturou, dançou
Aconteceu em Goiânia. Em ação proposta pela promotora de Justiça Renata Marinho, o juiz Sílvio José Rabuske condenou os agentes prisionais Romeu Fonseca Lopes; Igor de Oliveira Brito, Carlos Rodrigues Cordeiro e Rômulo César Rodrigues de Oliveira, pelo crime de tortura. Além da pena de reclusão, três deles tiveram decretada, também, a perda de seus cargos públicos. De acordo com a denúncia, no dia 13 de agosto de 2008, 12 agentes prisionais teriam submetido 23 reeducandos a sofrimento físico e mental, consistente em agressões físicas e humilhações.

Apanhou e correu
Arildo Pontes Gramacho, morador em Águas Lindas, chegou em casa totalmente bêbado na manhã de domingo. Ele que havia saído no sábado à tarde para comprar carne para fazer a janta. Sua esposa, Bianca Gramacho nada satisfeita, foi bater boca com ele. Resultado: entraram em luta corporal. E não é que a mulher venceu? Deu uma baita surra em Arildo que saiu correndo e foi dar parte no COPOM daquela cidade.
Terceira idade

A Unidade Prisional de Formosa vai contar com cela para detentos com mais de 50 anos. As obras começaram na semana passada e a cela, com capacidade para seis pessoas, deve ficar pronta no final deste mês. A cozinha da unidade está sendo ampliada e deve ser entregue em outubro. As obras estão sendo realizadas por detentos, com doações da comunidade e em parceria com a prefeitura da Formosa.

Velhinho esperto
Era só o que faltava! Na noite de terça-feira (20), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um idoso de 73 anos na BR-153, km 688, em Itumbiara, a 205 km de Goiânia. Segundo a PRF, o senhor estava em um ônibus que saiu de Santa Maria (RS) e iria para Palmas (TO). A polícia informa que, com ele, foram encontrados três mil comprimidos contrabandeados do Paraguai. O velhinho foi levado à delegacia para explicar o que fazia com tanto remédio. Para uso próprio, certamente que não era.

“Matões” de aula
A galerinha que gosta de matar aulas em Anápolis está passando pro um sufoco. Por determinação do Juiz da Infância e da Juventude, Carlos Limongi, o GIJA, grupo auxiliar daquele juizado, juntamente com a Patrulha Escolar da PM, está abordando os grupinhos que ficam nas proximidades das escolas, nas praças e no Terminal Urbano. Quem estiver fora da sala de aula vai ter de explicar, assim como a diretora do estabelecimento. E, não é que os sabidinhos estavam com um ardil que vinha dando certo? Eles levam roupas comuns dentro das mochilas. Assim sendo, logo que saiam da aula, tiravam o uniforme e iam para as praças. Acontece que os agentes descobriram isso também. Menino (ou menina) que for flagrado assim, vai ser levado, ou para o Conselho Tutelar, ou para a Delegacia. E, só sai acompanhado dos pais ou responsáveis.

O italiano
Muita gente anda perguntando o que será feito dos restos morais do italiano Franco Sala, assassinado em Anápolis no mês de março, pela ex-mulher, Arlete Gonçalves Lemes. O corpo foi desenterrado pela polícia na semana passada após a descoberta do crime. Querem saber se a família pretende levar os restos para a Itália, ou, deixar em Anápolis mesmo. Arlete está presa, assim como, seu filho Diego, acusado de cúmplice no crime. Bruno Alexandre, amigo de Diego, também está envolvido no assassinato, por ter ajudado a sepultar o corpo de Franco Sala.

Colaborou: Renato Campos

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...