(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Número de casos notificados cai e mostra recuo da dengue na região

Cidade Comentários 25 de janeiro de 2018

Somente 25 casos foram registrados nos primeiros dias deste ano, resultado do sistemático combate ao mosquito trasmissor


Na área da saúde, uma excelente notícia para os anapolinos: a dengue está controlada em Anápolis. Segundo a coordenação de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, o número de notificações teve uma redução de 77%, e isto significa que somente 25 casos foram registrados nos primeiros dias deste ano. Quantidade menor do que a verificada no mesmo período do ano passado, quando 110 foram notificados. Nenhuma pessoa morreu, em 2018, por causa da dengue na cidade.
De acordo com a gerente de Vigilância Epidemiológica, Mirlene Garcia Nascimento, a redução é satisfatória, mas mesmo assim, não se deve descuidar. “Nossas equipes estão trabalhando para que os números reduzam ainda mais, temos que acabar com os criadouros do mosquito transmissor da doença”, pontua.

Força-tarefa
No ano passado, a Prefeitura de Anápolis promoveu uma força-tarefa para acabar com os criadouros do transmissor da doença. Durante todo o ano, várias ações foram realizadas. Segmentos da sociedade civil e organizada se uniram aos agentes de endemias para eliminar locais com água parada. Igrejas, militares, entidades filantrópicas, ONGs contribuíram para que os casos reduzissem em 90% em 2017, em comparação ao ano anterior.
O combate aos possíveis criadouros do Aedes Aegypti continua. Vale lembrar, ainda, que o mosquito transmite ainda zika vírus e chicungunya. Os agentes de endemias estão visitando as residências e orientando os moradores. “Infelizmente, ainda estamos encontrando locais com água parada como em caixas d’água, galinheiros. E só vamos conseguir eliminar os focos, com a conscientização e ajuda da população”, diz a coordenadora do Controle de Doenças Transmitidas por Vetores, Érica Dias.
Sintomas
É bom ficar atento aos sintomas da dengue. Os mais comuns são febre, dores fortes de cabeça, atrás dos olhos, nos músculos, além de cansaço intenso. “Quem estiver assim, com algum sintoma, a orientação é procurar imediatamente uma unidade de saúde do município”, finaliza Érica Dias.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Projeto para a revitalização da Praça do Expedicionário está garantido

22/02/2018

Durante muitos anos, a Praça do Expedicionário, na região central de Anápolis, virou um estacionamento a céu aberto de v...

Moradores relatam precariedade de avenida no Andracel Center

22/02/2018

Uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação iniciou, esta semana, um estudo de aval...

Campanha objetiva desobstruir as calçadas e facilitar vida do pedestre

22/02/2018

A Companhia Municipal de Trânsito e Transporte desenvolve a campanha “Calçada não é garagem”, que tem por objetivo co...

Aportes ao ISSA podem chegar aos R$ 240 milhões em quatro anos

22/02/2018

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), esteve na Câmara Municipal, nesta quinta-feira (22.fev), para audiência de pr...