(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mutirão para cirurgias nos olhos

Saúde Comentários 05 de julho de 2013

Projeto alcança vários estados, inclusive Goiás e vai atender a milhares de pessoas


Começou na quinta-feira, 04 e vai até domingo, 07, em vários hospitais universitários federais de todas as regiões do País um mutirão de cirurgias eletivas em oftalmologia, principalmente, de catarata, que é a perda da transparência do cristalino, lente natural dos olhos. A meta é chegar a 820 procedimentos em dez hospitais. Cirurgias eletivas são aquelas sem caráter de emergência.
A operação para correção de catarata é uma das mais procuradas pela população atendida no sistema público de saúde. A iniciativa dos mutirões visa a reduzir filas - serão atendidos pacientes já cadastrados nos hospitais à espera da cirurgia. A demanda foi verificada com os gestores de saúde de cada localidade. Os mutirões integram a política nacional de procedimentos cirúrgicos eletivos de média complexidade do Ministério da Saúde, ampliada, nos hospitais universitários, pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação. Todos os procedimentos são realizados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
Na região Norte, os pacientes serão atendidos no Hospital Betina Ferro de Souza, vinculado à Universidade Federal do Pará (UFPA). No Nordeste, participarão o hospital da Universidade Federal do Maranhão (UFMA); o Hospital Edgar Santos, da Universidade Federal da Bahia (UFBA); o Hospital Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC), e o Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). No Centro-Oeste, o mutirão inclui o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFGO) e o hospital da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Nas regiões Sul e Sudeste, estarão mobilizados os hospitais das universidades federais do Rio Grande (Furg), de Minas Gerais (UFMG) e do Triângulo Mineiro (UFTM). Para este segundo semestre, estão previstos mutirões de cirurgias nas áreas de oncologia, ginecologia e próstata e de cirurgias gerais.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Necessidade da vacinação infantil

12/07/2018

Há o risco da criação de bolsões de crianças não vacinadas contra as doenças infectocontagiosas. O secretário Estadua...

Meta é vacinar 364 mil crianças

12/07/2018

Até o dia 20 próximo, Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacina contra pólio (paralisia infantil...

Meta é vacinar 364 mil crianças

12/07/2018

Até o dia 20 próximo, Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacina contra pólio (paralisia infantil...

Terapias integrativas para pacientes com câncer

12/07/2018

Prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Essa é a missão...