(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Município cai no ranking goiano de exportações

Economia Comentários 16 de novembro de 2017

Nas importações, Anápolis segue líder em Goiás. Exportações caíram mais de 24% em relação ao ano passado


Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações feitas por Anápolis, até o mês de outubro último, conforme dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Até agora, o volume de vendas para outros países soma pouco mais de US$ 112 milhões. Já, as compras internacionais, ou seja, as importações, registram volume de US$ 1,306 bilhão.
Comparativamente ao mesmo período de 2016, as exportações estão, até o momento, com um decréscimo de 24,49%. No ano passado, o volume de exportações foi de US$ 148,3 milhões. As importações, no mesmo período avaliado, registraram um aumento de 35,73%, saltando de US$ 962,5 milhões para US$ 1,306 bilhão. A corrente de comércio, também, teve alta: 27,69%, indo de US$ 1,110 bilhão para US$ 1,418 bilhão.
Em 2016, o volume de exportações feitas por Anápolis fechou em US$ 167,4 milhões, muito abaixo dos US$ 241,5 milhões de 2015 ou dos US$ 288 milhões de 2014, que foi o melhor resultado na série histórica, desde o ano 2000. Enquanto isso, as importações fecharam 2016 com volume de US$ 1.168 bilhão, menor desempenho desde 2008. O boom nas importações ocorreu em 2011, quando se registrou um volume de negócios de mais de US$ 3,1 bilhões.

Os produtos
Os principais produtos exportados através de Anápolis são: Tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja; Soja, mesmo triturada; Preparações e artigos farmacêuticos; Alcoóis acíclicos e seus derivados halogenados, sulfonados, nitrados ou nitrosados, entre outros Já, os principais produtos importados são: Sangue humano; sangue animal preparado para usos terapêuticos, profiláticos ou de diagnóstico; anti-soros, outras fracções do sangue, produtos imunológicos modificados, mesmo obtidos por via biotecnológica; vacinas, toxinas, culturas de microrganismos; Medicamentos; Partes e acessórios de automóveis; Automóveis, entre outros.
Os principais mercados de destino das exportações feitas por Anápolis são: Países Baixos/Holanda (88,21% de participação); China (1,87%); França (1,82%); Romênia (1,25%); Cuba (1,25%); Argentina (0,85%); Nigéria (0,68%); Coréia do Sul (0,58%); Estados Unidos (0,56%) e Chile (0,46%). Já os maiores fornecedores internacionais são: Alemanha (25,87% de participação); Coréia do Sul (21,99%); Estados Unidos (15,11%); Suíça (9,47%); China (6,22%); Índia (5,51%); Japão (3,49%); Itália (2,56%); Canadá (1,45%) e México (1,14%).

Ranking
Conforme os dados disponibilizados pelo MDIC, é possível formar o ranking dos maiores exportadores e importadores em Goiás. Em relação às exportações, o líder absoluto é o Município de Rio Verde, que já ocupa o 41º lugar nacionalmente. Na sequência, entre os 10 maiores, estão Alto Horizonte; Jataí; Itumbiara; Barro Alto; Luziânia; Palmeiras de Goiás; Ouvidor, Mozarlândia e Silvânia. Anápolis aparece, apenas, na 16ª posição. No ranking nacional, está em 265º lugar.
Com relação ao ranking dos importadores, Anápolis é o primeiro colocado e, nacionalmente, ocupa o 21º lugar. A seguir vêm Catalão; Aparecida de Goiânia; Goiânia; Rio Verde; Itumbiara; Jataí; Senador Canedo, Nerópolis e Cristalina.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Metade do ano não foi boa para os negócios internacionais em Goiás

19/07/2018

Não foi dos melhores o fechamento do semestre da balança comercial de Anápolis. Os dados, que acabam de ser divulgados pel...

Exportações goianas batem recorde em seis meses

12/07/2018

Uma boa notícia para a economia de Goiás. As exportações do Estado, no primeiro semestre deste ano, bateram recorde e som...

Preço do combustível cai em Goiás e derruba pauta do ICMS

12/07/2018

Informações da Secretaria Estadual da Fazenda dão conta de que houve queda no valor médio dos combustíveis praticado nos...

Anapolinos pagam menos pela cesta básica, segundo o PROCON

05/07/2018

O custo médio da cesta básica em Anápolis apresentou redução de 5,9% em um mês, de acordo com levantamento apresentado ...