(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mulheres goianas terão treinos gratuitos de Krav Maga

Segurança Comentários 09 de maro de 2017

Em Anápolis, a atividade está prevista para acontecer no dia 11, na unidade localizada na Avenida Universitária.


A Federação Sul Americana de Krav Maga terá mais de 90 pontos de treinamento pelo país em março e espera sensibilizar mais de 10 mil mulheres sobre a prevenção à violência
No mês de março, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM) vai realizar, em todo o Brasil, treinamentos gratuitos da defesa pessoal israelense, especialmente voltados para mulheres praticantes ou não dessa modalidade. A ideia é sensibilizar a mulher sobre a importância do combate à violência e mostrar que ela pode ser parte ativa da prevenção desse tipo de problema, crescente no Brasil.
Os treinamentos da Federação Sul Americana de Krav Maga serão destinados às mulheres maiores de 14 anos, independentemente de preparo físico ou de habilidade para artes marciais ou esportes.
Para este ano, a Federação espera mais de 10 mil mulheres em mais de 90 pontos de treinamento em todo o país. Os treinamentos em Goiás serão realizados: Em Goiânia, no Centro de krav maga de Goiás (Rua t39 esq t2, qd1, n64, lt3. Setor Bueno), no dia 11, às 9h e no dia 12, às 15h. Em Anápolis, no Centro de krav maga de Anápolis (Av. Universitária. Qd2. Lt4. N800. Jardim Bandeirante), no dia 11, às 15h. Para participar, é necessário cadastramento pelo e-mail: infogo@kravmaga.com.br .
“Nosso objetivo é que as mulheres percebam que elas podem se prevenir contra a violência, mudando a forma com que elas lidam com o medo e com sua autoestima”, afirma o israelense Grão-Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-preta – 8º Dan), introdutor do Krav Maga no Brasil e fundador da FSAKM.
Desenvolvido em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, o Krav Maga não é uma arte marcial e sim a única modalidade reconhecida mundialmente como arte de defesa pessoal. Foi criado para que, a partir do treinamento adequado, qualquer pessoa - independentemente de sua idade, sexo ou forma física - possa se defender de um ou mais agressores, armados ou não, usando técnicas simples e eficazes.
Grão Mestre Kobi explica que, com a violência crescente nas ruas ou mesmo dentro de casa, as mulheres precisam estar preparadas para se proteger e para proteger seus filhos. “O treinamento de Krav Maga dá a essa mulher a condição psicológica e física para que ela vença o medo e seja ativa no combate à violência, nem que seja por meio da denuncia”, afirma Grão Mestre Kobi.
Em 2016, mais de 5 mil mulheres passaram por esse treinamento e para este ano a expectativa é ainda maior. Os treinamentos serão realizados em diversos estados brasileiros simultaneamente, assim como no Peru e na Argentina, onde a FSAKM tem instrutores habilitados.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...