(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mulher que teve nádegas cortadas tem cirurgia “bem sucedida”

Geral Comentários 06 de novembro de 2014

Mais de 30 testemunhas já foram ouvidas sobre o caso. De acordo com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Anápolis, ainda não é possível estabelecer as causas dos ferimentos.


A mulher que teve as nádegas cortadas, em um fato que chocou a população nos últimos dias em Anápolis e que foi noticiado na última semana pelo Jornal Contexto, passou pela primeira cirurgia reparadora de tecido, na quarta-feira, 05. Sérgio Augusto da Conceição, coordenador da Residência em Cirurgia Plástica do Hospital Geral de Goiânia (HGG), foi o responsável pelo procedimento. Conforme informou, foi retirada pele da parte posterior de uma das coxas para a realização de transplante.
“Estabilizamos mais a paciente, melhoramos mais psicologicamente”, informou sobre o estado atual da mulher. Antes da cirurgia foram realizados exames diagnósticos de saúde e, conforme informou o médico Sérgio Augusto, ela foi colocada “em condição de cirurgia”. Um aparelho a vácuo foi posicionado no local para “aumentar a chance de ‘pegar’ o transplante”. Um curativo, que permanecerá por cinco dias, foi colocado na região. Conforme explicou, ainda, o responsável pela cirurgia, “vai-se avaliar a quantidade de pele que pegou”.
Do ponto de vista cirúrgico e anestésico, elucidou, “foi uma operação bem sucedida”. A intenção, a partir do procedimento, é programar tratamentos de reconstrução da área afetada. Neste primeiro momento, conforme pontuou o cirurgião, a intenção foi “diminuir o sofrimento dela” e proceder para que ela tenha condições de alta. No geral, seu estado de saúde é estável e está “sob controle”. Seus exames e as condições locais da ferida apresentam melhoria, se comparados com sua chegada ao HGG, na semana passada, conforme abordou.
A pele implantada, indicou, cria uma espécie de “proteção” e deixa a paciente “mais livre para começar a ter esses outros tipos de avaliação médica”, conforme afirmou Sérgio Augusto sobre novos exames e procedimentos que deverão ser realizados. Ele observou que o objetivo das cirurgias futuras na paciente é promover uma restauração “estética e reparadora”. Entretanto, conforme disse na última edição ao Jornal Contexto, não será possível a reconstrução da região da ferida com o mesmo aspecto que havia antes do ocorrido.
Diferentemente do que ocorria quando o fato veio à tona, a paciente passou a conversar mais e coopera com o tratamento, relatou o médico. Entretanto, ainda é cedo para dizer se as suas funções fisiológicas foram comprometidas. Ela ainda utiliza uma bolsa de colostomia e uma sonda para urinar e defecar.

Investigações
O caso da jovem que teve as nádegas cortadas é investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. Já foram ouvidas mais de 30 pessoas. Duas linhas de investigação foram abertas, mas ainda não é possível determinar se foi cometido algum ato criminoso contra a paciente. Acidente de trânsito e agressão provocada por arma branca são as principais suspeitas. De acordo com a delegada Aline Vilela, a mulher ainda deve ser ouvida. “Estamos aguardando ela se recuperar da cirurgia que ela fez”, explicou.
A delegada informou que, em um primeiro momento, a paciente do HGG afirmou que havia sido vítima de acidente. Mas, para o processo de investigação, “precisam de uma nova oitiva” com ela. “Dependemos, também, de várias perícias, reconstituição do crime”, continuou a delegada Aline Vilela. Foi encaminhado pela Polícia à equipe médica que conduziu o caso, um pedido de laudos periciais que indiquem o que causou os ferimentos.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...