(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mudanças previstas para o perímetro urbano de Anápolis

Cidade Comentários 17 de maro de 2013

Município terá 100% de água, 85% de tratamento de esgoto até 2016 e ganhará trincheiras, elevados e corredores de ônibus para minimizar problemas do trânsito


O Prefeito Antônio Gomide (PT) apresentou na última quarta-feira, 13, os projetos de Anápolis contemplados com R$ 292,1 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2) do Governo Federal. O chefe do Executivo fez questão de reunir diversos segmentos da comunidade para esta apresentação porque, segundo ele, trata-se de um trabalho coletivo e que irá “ficar para a Cidade, não só para esta, mas para outras administrações e para as futuras gerações”, ressaltou.
Em linhas gerais, os projetos estão distribuídos em três áreas: saneamento básico (água e esgoto), pavimentação asfáltica e mobilidade urbana. Na questão do saneamento, os recursos previstos são de R$ 197 milhões (R$ 105 milhões para água tratada e R$ 92 milhões para esgoto). Gomide destacou que estes investimentos garantirão 100% de água tratada no Município e 85% de cobertura de rede de esgoto, até 2016. Inclusive, conforme o CONTEXTO antecipou na edição passada, parte da verba vai ser usada para a troca do sistema de coleta do esgoto na região central de Anápolis, que é bastante antigo - cerca de 50 anos.
Do PAC Pavimentação, Anápolis foi contemplada com 21 milhões. De acordo com o Prefeito Antônio Gomide, quando assumiu o primeiro mandato, em 2009, havia 80 bairros sem pavimentação em Anápolis. Como o asfalto já foi feito na quase maioria dos locais onde não havia o benefício, os recursos serão destinados para o serviço de recuperação de vias, calçamento acessível e implantação de galerias de águas pluviais. Existem projetos específicos para melhorias nas Avenidas Mato Grosso e Ayrton Senna.
Por último, o PAC Mobilidade garantirá investimentos na ordem de R$ 73,6 milhões para melhorias no sistema de trânsito, sendo que os principais projetos, nessa área, são a criação de corredores exclusivos para o transporte de passageiros. Além de uma série de outros, como calçamento acessível nos canteiros de avenidas, ampliação de ciclovias, sinalização, etc., que fazem parte do Plano de Mobilidade Urbana, que deverá estar concluído dentro de dois meses, segundo informou a diretora de Transportes da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes, Fernanda Mendonça, que fez a apresentação dos projetos nessa área, aliás, a que mais chamou atenção, devido às mudanças que a Cidade terá nos próximos anos, com as intervenções a serem feitas nas principais avenidas.

Orçamento
O deputado federal Rubens Otoni (PT) informou que os recursos estão disponíveis para que possam ser utilizados pelo Município, ao longo dos próximos quatro anos. Ele observou que o fato de Anápolis “ter apresentado bons projetos e na hora certa, foi fundamental para que conseguíssemos esses recursos”, comemorou. No total, foi anunciado para Goiás, por meio do PAC-2, o montante de mais de R$ 1,2 bilhão, contemplando Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. O Prefeito Antônio Gomide lembrou que essa conquista é fruto de um trabalho que começou há quatro anos. “Antes, não tinha projetos para buscar os recursos e, quando vinham as verbas, ninguém sabia como eram aplicadas”, alfinetou.


Uma nova configuração para o trânsito de Anápolis
A paisagem urbana deverá ter mudanças radicais nos próximos anos, com as intervenções a serem feitas, com o objetivo de melhorar as condições de trânsito. A “espinha dorsal” do projeto, que terá recursos de R$ 73,6 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), do Governo Federal, é a criação de seis corredores para melhorar o fluxo de tráfego dos ônibus do transporte coletivo. Os corredores serão implantados nas avenidas Brasil Sul; Brasil Norte; São FranciscoJK; Pedro Ludovico, Universitária e Presidente KennedyFernando Costa.
As maiores intervenções vão ocorrer na Avenida Brasil Sul, com uma extensão de 15,4 Km, por onde circulam 22 linhas de ônibus que transportam, diariamente, mais de 20 mil passageiros e liga o centro da Cidade ao Distrito Agroindustrial. Ao longo desta avenida, será criado o corredor exclusivo para os ônibus com embarque e desembarque à direita, pelo lado do canteiro central, que ganhará um calçamento adequado. Será refeita a ciclovia com a criação de uma faixa exclusiva para pedestres, a instalação de novas estações para abrigar os passageiros, instalação de nova sinalização e sistema de drenagem. Além disso, a construção de um elevado no cruzamento da Brasil com a Rua Amazílio Lino e uma trincheira no cruzamento das avenidas Brasil e Goiás, estas duas as mais complexa das intervenções a serem realizadas devido ao grande fluxo de veículos e a localização. Um detalhe: na intersecção Brasil/Goiás passam 40 linhas de ônibus (22 oriundas da Brasil e 18 da Goiás).
No corredor da Avenida Brasil Norte são 5 km de extensão, por onde são transportados quase seis mil passageiros dia, também serão instalados pontos de embarque e desembarque pelo lado dos canteiros centrais, que terão ciclovias. Na Brasil Norte, a primeira grande intervenção já foi iniciada, que é a construção do viaduto no cruzamento com a Avenida Fayad Hanna, por onde circulam 15 linhas, transportando cerca de 11,8 mil passageirosdia. No terminal urbano, o projeto prevê a criação de um bicicletário (estacionamento de bicicletas) para favorecer a integração.
O corredor da Universitária, com extensão de 4,4 Km, tem uma média de 9,9 mil passageiros transportados pelo sistema coletivo diariamente. A região apresenta um perfil diferenciado, em razão do grande número de faculdades ali concentradas. O projeto a ser desenvolvido é semelhante ao da Avenida Brasil Norte, com as estações de embarque e desembarque alteradas para o lado do canteiro central, com ciclovia no meio do canteiro. Os demais corredores terão as faixas preferenciais para os ônibus, entretanto, não impeditivas para a circulação de outros veículos.

Números e investimentos do PAC-2

PAC Pavimentação
21,5 milhões
Pavimentação asfáltica - 154,2 mil m²
Recuperação de vias - 44,7 mil m²
Calçamento Acessível - 12,8 mil m²
Galerias de Águas Pluviais - 13,2 mil m²
Sinalização viária


PAC Saneamento - Água
R$ 105 milhões
Ampliação de rede - 09 mil novas ligações em 13 bairros
Interligação do sistema em 06 bairros atendidos por poços artesianos
Interligação do sistema aos distritos atendidos com poços artesianos
Ampliação das captações do Piancó I e II
Duplicação da adutora de água bruta
Ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA)
Construção de novos centros de reservação
Melhorias no sistema de distribuição

PAC Saneamento - esgoto
R$ 92 milhões
7.100 novas ligações executadas em 24 bairros
6.700 novas ligações em andamento em 10 setores
12.500 novas ligações a serem executadas em 29 setores
17 novas estações elevatórias
Melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)
Implantação de tratamento nível terciário

PAC Mobilidade
R$ 73,6 milhões
Criação dos corredores de transporte (veja matéria)

R$ 292,1 milhões
Total dos recursos

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Cemitérios Municipais recebem obras para o feriado de Finados

20/10/2017

A Secretaria de Obras e Serviços Urbanos da Prefeitura está concluindo a limpeza e a manutenção, realizadas no Cemitério...

Iniciada a construção de calçadas em toda a Avenida Brasil Norte

20/10/2017

A Avenida Brasil ainda está em transformação. A via recebe, neste momento, intervenções que já deram um novo perfil par...

Estado vai repassar o prédio da Rodoviária para a Prefeitura

20/10/2017

O prédio do Terminal Rodoviário “Josias Moreira Braga” será incorporado ao patrimônio do Município. A transferência...

SANEAGO reconhece falhas, mas não admite a falta de água

20/10/2017

Várias ocorrências de desabastecimento de água foram registradas em Anápolis, entre quarta e quinta feiras (dias 18 e 19 ...