(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

MP e Vigilância Sanitária querem adesão de mais padarias

Geral Comentários 28 de agosto de 2015

Primeira etapa do programa de qualificação certificou 10 empresas. Mas, estima-se que há mais de 300 padarias em Anápolis


Na última terça-feira, 25, aconteceu a solenidade de entrega dos certificados às 10 panificadoras do Município que concluíram a primeira etapa do Programa de Qualificação e Desenvolvimento do Setor de Panificação de Anápolis, que envolve a parte de Boas Práticas de Fabricação (BPF). A iniciativa atende a uma orientação do Ministério Público local que, no ano passado, recebeu denúncia sobre más condições sanitárias e produtos com qualidade duvidosa em diversos estabelecimentos da Cidade.


A partir daí, o MP acionou o Sindicato das Indústrias de Alimentação de Anápolis (SindAlimentos), que buscou a parceria do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), com o objetivo de elaborar e executar um programa de qualificação para o setor. O projeto foi apresentado já no final de 2014, mas com uma baixa adesão das empresas.


Para atrair os participantes, através do programa Sebraetec, foi oferecido um subsídio de 80% sobre o valor do curso. O SindAlimentos subsidiou o restante para esta primeira turma, com o objetivo de que, a partir dos resultados alcançados, outras panificadoras venham a aderir. Esta é a mesma resposta que espera o Ministério Público e a Vigilância Sanitária.


De acordo com o promotor Marcelo Henrique dos Santos, esta entrega de certificados representa o primeiro passo de um trabalho amplo que se pretende fazer para que as padarias de Anápolis possam oferecer produtos com melhor qualidade. “Estas empresas oferecem produtos que estão na nossa mesa, no dia-a-dia das pessoas e é nossa preocupação que estes produtos cheguem às pessoas com qualidade e confiabilidade”, disse.


O presidente do SindAlimentos, Wilson de Oliveira, ressalta que o programa foi criado não apenas com o intuito de atender à orientação do Ministério, mas, para que as panificadoras tenham condições de aprimorarem seus produtos, terem uma gestão mais eficiente e foco na produtividade e inovação. Ele relata que houve muita dificuldade em formar a primeira turma, mas espera que com o exemplo de sucesso que estas empresas deverão dar, após cumprirem todo o ciclo de qualificação, sirvam de exemplo para as demais empresas. “Elas vão estar à frente dos seus concorrentes e fazendo a diferença no mercado”, pontuou.


A gerente de Vigilância Sanitária, Sônia Maria Faustino, observou que o órgão vê “com bons olhos” o programa de qualificação. Segundo ela, a própria Vigilância faz um trabalho no sentido de priorizar a orientação sobre a fiscalização e a aplicação de multas. “Nós somos, também, consumidores e queremos que as empresas ofereçam produtos com boa qualidade”, afiançou.


O gerente do IEL em Anápolis, Fernando Nunes, destacou que já está tudo pronto para o início da segunda etapa do programa, que abrangerá a parte de saúde e segurança do trabalho, em especial, com base na Norma Regulamentadora NR-12. A terceira parte envolverá a gestão de processos, que vai abarcar todos os níveis da empresa, ou seja, desde a produção até a parte administrativa. A duração do programa é de dois anos.


 


Certificadas


 


As dez empresas certificadas na primeira etapa do programa, foram: Artesanato do Pão; Panificadora Pik Tita; Panificadora Hiperpan; D’Sabor Indústria e Com. de Biscoitos; Panificadora Eldorado; Avenida dos Pães; Panificadora Bom Jupi; Panificadora Pão do Galo; Panificadora Malibu e Panificadora Pão Café.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Uma viagem de realidade e ficção a Praga

18/08/2017

Tudo começou numa viagem de família à Praga, capital da República Tcheca, em 2013. A cidade antiga, cheia de belezas e de...

Anápolis recepciona interessados em conhecer os cursos

18/08/2017

O Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas Henrique Santillo da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Anápolis, realiz...

Ministério oferece cursos gratuitos e a distância

18/08/2017

Estão abertas as pré-matrículas para cursos de qualificação profissional na área do turismo com subsídios do Programa ...

Governo espera cadastrar 15 mil estudantes

18/08/2017

Depois de ter sido lançado em Anápolis, recentemente, o programa Passe Livre Estudantil foi apresentado de forma detalhada,...