(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mototaxi: "Emenda ficou pior do que o soneto"

Geral Comentários 07 de outubro de 2011

Muita confusão e polêmica na discussão e na aprovação do projeto que teve várias emendas rejeitadas


A Câmara Municipal manteve, por oito votos contra seis, o veto do Prefeito Antônio Gomide a quatro emendas no projeto que regulamenta o serviço de mototaxi e motofrete no Município. As referidas emendas tratam da gratuidade proposta para estudantes e para os idosos; a proporção de um mototaxista para cada grupo de três mil habitantes (o texto original propõe a proporção de um para cada hum mil habitantes) e, finalmente, a emenda que previa distância de 300 metros de pontos de mototaxi dos terminais de ônibus e táxi.
Apesar do placar apertado, já que normalmente o Executivo conta com ampla maioria, o reforço para manter o veto veio de três vereadores que não são da base governista: Valmir Jacinto (PTC), Gina Tronconi (PPS) e Fernando Cunha (PSDB). Mas, o principal embate nas discussões foi protagonizado pelo líder do Prefeito, vereador Sírio Miguel (PSB) e o vereador Wesley Silva (PMDB), este último argumentando ser favorável ao parecer da Comissão de Constituição e Justiça, dado pelo edil Domingos de Paula (PTB), contrário ao veto.
Wesley Silva disse que as emendas propostas pelo vereador Mauro Severiano (PDT) trariam benefícios à proposta original do Executivo e esbravejou quando o líder governista argumentou que os vereadores que votassem a favor das emendas estariam votando contra os mototaxistas e motofretistas, e vice-versa. Para a vereadora Mírian Garcia (PSDB) com ou sem emendas, “o projeto é ruim”, frisou, justificando que a lei aprovada não irá beneficiar, como deveria, a categoria. O peemedebista Assef Nabem retrucou, dizendo que a lei pode ser mudada e que pior, seria a categoria permanecer na ilegalidade.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...