(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mostra de teatro em Anápolis este ano vai ter como foco a pedagogia

ÚLTIMAS NOTÍCIAS 12 de abril de 2019


O ensino artístico é o ponto de partida para novos talentos e olhares mais amplos sobre o viver. A quinta edição do Evoéta teve início na quarta-feira, 10, e vai até sábado, 13. As apresentações acontecem no Teatro Municipal. A realização é da Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria de Cultura, e organização da Escola de Teatro de Anápolis (ETA).
Nos palcos do Evoéta, apresentarão peças que se destacaram no calendário anapolino realizadas por grupos de teatro locais, Companhia Anapolina de Teatro (CAT) e Cultura em Ação. O público vai conferir as histórias e artistas que movimentam a cena teatral na cidade, com peças com diferentes técnicas nas artes cênicas. Uma outra parte da programação conta com diálogos sobre educação e também sobre a organização.
O evento tem atrações para diferentes públicos, como o espetáculo “Arreia a Mala”, da Companhia Volta Seca, que tem encantado as crianças por onde se apresenta. O folclore e as histórias populares estão presentes em ritmo e cores no “Deixa que eu conto”, da CAT. O “Dramas de um doente imaginário”, da Cia. Drama da Noite, é uma sátira social sobre um senhor carente e hipocondríaco que arranja um casamento para sua filha com um médico, a fim de diminuir seus gastos.

Pedagogia

O tema central do evento é “Pedagogia Teatral – Caminhos e Desafio na sala de aula” fazendo uma reflexão sobre o ensino do teatro em ambiente escolar. Na ocasião, foram convidados professores da rede municipal de ensino e artistas, porém todos os interessados estão convidados sem inscrição prévia. A mesa de debate será realizada no Centro de Formação do Profissional de Educação (CEFOPE), na quinta-feira, 11, às 14h.
Vão compor a mesa os professores, dramaturgos e educadores Ricardo Augusto e Graça Veloso. Ricardo é especialista em Educação Infantil (Uniessa) e mestre em Artes (UFU). O outro convidado da mesa, Graça Veloso, é pós-doutor em Arte e Cultura Visual (UFG), autor de peças teatrais e livros sobre a área. “Além de ser intrigante e encantador nos palcos, no ambiente escolar o Teatro transforma e abre novos horizontes”, pontua a secretária municipal de cultura, Eva Cordeiro.

Formação

Será oferecida ao público a oficina “CORPotência: treinamento, investigação e processo nas artes da Cena”, uma abordagem com exercícios transdisciplinares que dialogam a dança, o teatro e a performance contemporânea. A maior ênfase neste exercício está na expansão da consciência corporal do ator.
A ministrante é a professora da ETA, Ludmilla Machado, que é mestre em Arte pela Universidade de Brasília e com formação e realização de projetos na área da dança e do teatro. As inscrições podem ser feitas através do e-mail: escoladeteatro@anapolis.go.gov.br, informe o nome completo, CPF e número de telefone. Para esta oficina são 20 vagas e o legal é que não tem pré-requisitos, ou seja, qualquer pessoa pode participar.
O Fórum Setorial reunirá os artistas e produtores culturais para uma avaliação sobre a cena teatral em Anápolis. A outra pauta serão as prioridades para o próximo edital do Fundo Municipal de Cultura no setorial de Teatro e Circo. Todos podem participar e as demandas serão acompanhadas pelos conselheiros do Conselho Municipal de Cultura (CMC)

Confira a programação abaixo:


12/04 - Sexta-feira
09h - Teatro Municipal - Classificação: 8 anos
Espetáculo “Deixa que eu Conto” da Companhia Anapolina de Teatro - CAT

14h - Centro de Formação do Profissional de Educação (CEFOPE)
Mesa “Pedagogia Teatral – Caminhos e Desafio na sala de aula” com Graça Veloso e Ricardo Augusto

20h - Teatro Municipal – Classificação: 14 anos
Espetáculo “O Personagem e sua chance” do Grupo Teatro Mae

13/04 – Sábado
09h - Teatro Municipal – Classificação: 16 anos
Oficina: “ CORPotência: treinamento, investigação e processo nas artes da Cena “ com a prof. Ludmila Machado

17h - Teatro Municipal
Fórum Setorial de Teatro - Pauta: Avaliação e Considerações sobre o Edital do Fundo Municipal de Cultura

20h - Teatro Municipal – Classificação: 16 anos
“M(eu) infinito” do Grupo Cena Coletiva