(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mortes por dengue chegam a 60 em Goiás

Saúde Comentários 01 de outubro de 2010

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis concentram maiores números absolutos da doença


A Superintendência de Políticas de Atenção Integral à Saúde divulgou o boletim semanal da dengue em Goiás. O número de casos confirmados até a semana 38, que compreende os dados do início do ano até o dia 25 de setembro, chegou a 189. No período foram registradas 60 mortes, sendo 35 por dengue com complicações e 25 por Febre Hemorrágica da Dengue.
Goiânia ocupa o primeiro lugar na lista dos municípios com maiores números absolutos de casos da doença (35,5 mil casos), seguida de Aparecida de Goiânia (8,5 mil casos) e Anápolis (com 5,7 mil casos).
Em termos de classificação dos municípios goianos, 178 estão com o coeficiente de incidência de alto risco, outros 31 em médio risco da doença, sendo que o total de municípios com notificação de casos de dengue está num patamar de 232.
A Secretaria da Saúde alerta a população para a chegada do período chuvoso, época do ano favorável à reprodução do Aedes aegypti. Com isso são necessárias medidas preventivas para que sejam eliminados os possíveis focos do mosquito.
Combate ao Aedes aegypti
Desde a última segunda-feira, 27, mais de 24 bombas pesadas, conhecidas como fumacê, e outras 50 costais foram repassadas pelo Ministério da Saúde ao Governo de Goiás para reforçar o combate ao mosquito da dengue. Mais 100 bombas costais e 14 fumacês estão em processo de aquisição e devem ser entregues ainda este ano.

Autor(a): Das Agências

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Projeto atende a quase 800 pacientes que estavam na fila

26/05/2017

Há dois anos, a auxiliar de limpeza, Lídia dos Reis, 38, sentia fortes dores de vesícula. As pedras acumuladas no órgão ...

Dengue recua, mas população não deve baixar a guarda

26/05/2017

Em que pese as estatísticas demonstrem um recuo bastante significativo de casos de dengue em Goiás e, particularmente, em A...

Infectologia tem jornada sábado

18/05/2017

A Sociedade Goiana de infectologia realiza neste sábado, 20, a I Jornana de Infectologia de Anápolis. As palestras têm por...

Como superar o fim de um relacionamento?

27/04/2017

Ter o ‘coração partido‘ é uma das experiências mais traumáticas da vida. No entanto, de acordo com um estudo da Univ...