(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Moradora reclama de prejuízo com implosão de rocha

Geral Comentários 01 de fevereiro de 2013

Fragmentos de rocha atingiram o telhado e danificaram laje da casa de Lúcia Ferreira, que tenta, sem sucesso, ser ressarcida dos prejuízos


A leitora Lúcia da Costa Ferreira, filha da escritora, historiadora e jornalista, Haydée Jayme Ferreira (1926-1999), encaminhou à redação cópia de uma carta enviada ao secretário municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Clodoveu Reis Pereira, informando sobre os transtornos e os prejuízos decorrentes da implosão de uma rocha - através de uma empresa contratada pela Prefeitura - no Ribeirão Antas, nas proximidades do Terminal Rodoviário “Josias Moreira Braga”.
Na carta - encaminhada via e-mail e acompanhada de fotos - Lúcia Ferreira relata que a sua residência, assim como as de alguns vizinhos, foi atingida por pedras. “No telhado de minha sala ficou um buraco do tamanho de uma bola de basquete”, narrou. Ela destaca que chegou a ser contatada por um engenheiro da empresa, do qual não se recorda o nome, “que veio todo sorridente dizendo que iriam providenciar o conserto do telhado”.
Como nada foi feito, Lúcia Ferreira procurou, então, a Secretaria de Obras e o Gerente Administrativo Gabriel Rabelo, que é conhecido por “Bié”, informou a ela que a intenção era solucionar o mais rapidamente possível o problema. Na quarta-feira, 23, a moradora voltou a fazer contato com o funcionário, uma vez que nenhuma providência havia sido tomada. No contato, ela disse ao servidor que a laje da casa está ameaçando desabar e que os sofás ficaram molhados e estão danificados. Relatou, ainda, que procurou no comércio as telhas a serem substituídas, mas não as encontrou porque o modelo não estaria sendo mais fabricado. Feita a reclamação - conta Lúcia Ferreira, o funcionário disse que se não pudesse esperar, que entrasse com um processo contra a Prefeitura e teria a destratado com ofensas pessoais.
A moradora disse ter ficado indignada com o tratamento recebido. “Espero que não aconteça nada de grave que pese na consciência dos responsáveis ou corresponsáveis”, frisou.

Versão
O Diretor de Obras Gabriel Rabelo disse ao CONTEXTO que, de fato, houve o dano à propriedade da reclamante, devindo a uma falha técnica e que a empresa responsável, contratada pela Prefeitura, se prontificou a reparar o estrago. Mas, conforme a própria Senhora Lúcia afirmou, está havendo dificuldades para se encontrar telhas idênticas às que foram quebradas, pois elas foram retiradas do mercado. “Propusemos um conserto paliativo, até que sejam encontradas as telhas originais, justamente para que não entre água na casa, mas ela não aceitou”, disse Gabriel. Diante do impasse, “como a reclamante se mostrava muito nervosa, afirmando que iria denunciar na imprensa, dissemos que ela poderia ficar à vontade e que continuaríamos exigindo da empresa contratada que resolva o problema o mais rápido possível. Mas, em momento algum faltamos com o respeito a esta senhora, independentemente de que família ela pertença. Tratamos todos com igualdade”, alegou o Diretor.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Ampliado o alcance do Portal do Cidadão

20/10/2017

O Portal do Cidadão, lançado em julho pela Prefeitura, já apresenta resultados efetivos e se confirma como facilitador na ...

Audiência vai discutir o Estatuto do Desarmamento

20/10/2017

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF) prorrogou o prazo das inscrições para os interessados em assistir à audiên...

Donos de postos e funcionário do Inmetro são presos pela PF

20/10/2017

Até a manhã desta quinta-feira,19, dois empresários de Anápolis se encontravam presos na carceragem da Polícia Federal, ...

Vereador quer melhorar transporte interestadual

20/10/2017

vereador Lisieux José Borges (PT), se reuniu com o presidente da Agência Goiana de Regulação (AGR), Ridoval Chiareloto, p...