(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Montadora chinesa promete inaugurar em 90 dias planta em Anápolis

Economia Comentários 29 de junho de 2012

O protocolo de intenções entre a multinacional chinesa Foton Lovo Bramax foi assinado com o Governo do Estado, primeira etapa tem investimento previsto de R$ 50 milhões


O Governador Marconi Perillo assinou na última quarta-feira, 26, o protocolo de intenções da multinacional chinesa Foton Lovol Bramax, cuja primeira etapa da instalação industrial no Daia, em Anápolis, deverá estar concluída até o segundo semestre deste ano com investimentos previstos de R$ 50 milhões e oferta de 400 empregos totais até o final da instalação, o que deverá ocorrer em no máximo três anos, em 2015 e a inauguração da fábrica deverá ocorrer em 90 dias.
A indústria Lovol é uma montadora de máquinas pesadas e equipamentos como retroescavadeiras, escavadeiras e compactadores de solo, motoniveladoras e outras modalidades de equipamentos rodoviários e de construção e tem sede no Estado do Paraná.
De acordo com informações dos representantes da empresa durante a assinatura do Protocolo de Intenções, A Foton Lovol Bramax é uma das maiores empresas da China na sua especialidade, e apresenta registros positivos de 340 unidades/dia, com geração de 16 mil empregos, sendo líder de produção.
Sua vinda para Goiás, que foi negociada pelo governador Marconi Perillo e pelo secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, desde 2011, deve-se a questões relacionadas com as vantagens que o estado oferece para o setor industrial. “Temos uma logística atraente para a fixação de novas indústrias, com a visão de mercado voltado para o futuro, onde a racionalização de distâncias, a redução de espaços entre os pontos de interesse para as exportações internas e internas e o ganho de tempo para as operações e o transporte, além da estrutura moderna oferecida pelo Estado ao parque industrial são fatores preponderantes na atração dos novos investimentos”, avalia o secretário Baldy.
A instalação da Foton Lovol no Distrito Agro Industrial de Anápolis-DAIA, na verdade, já se iniciou, estando em fase de complementação da instalação física do galpão para o assentamento da indústria e o início das operações, que está previsto para este ano ainda. Representantes da Foton esperam superar suas marcas aturis em curto espaço de tempo, pois, somente no ano passado, produziram número supérior a 1 mil unidades, com a perspectiva de produção de 1,2 mil para este ano, antes mesmo doe começarem a produzir em Goiás. (Fonte: SIC)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Brasil fechou o ano de 2018 com 62,6 milhões de inadimplentes

17/01/2019

O Brasil fechou o ano de 2018 com aproximadamente 62,6 milhões de brasileiros com CPF negativado. Os atrasos nas contas de ...

Goiás espera resposta do Governo Federal

17/01/2019

A Secretaria da Fazenda esclarece que o trabalho da missão do Ministério da Economia, que está em Goiânia desde segunda-f...

Goiás espera resposta do Governo Federal

17/01/2019

A Secretaria da Fazenda esclarece que o trabalho da missão do Ministério da Economia, que está em Goiânia desde segunda-f...

Anápolis arrecadou mais de R$ 4.5 bilhões em 2018

17/01/2019

A arrecadação de tributos e contribuições federais na área de abrangência da Delegacia de Anápolis da Receita Federal ...