(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Missão com empresários da Catalunha deve trazer resultados positivos para Goiás

Economia Comentários 11 de setembro de 2014

Espanhóis já investem no Brasil e querem expandir os seus investimentos em Goiás, em diversas áreas


O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Wilson de Oliveira, avalia de forma positiva o resultado da missão empresarial da Catalunha em Goiás, ocorrida nos dias 04 e 05 últimos. A Catalunha é província espanhola situada a nordeste da península Ibérica, cuja economia tem como principais bases o turismo e a indústria de transformação, nas áreas têxtil, química e agroindustrial.
Liderada por Josep Maria Buades, representante do Governo da Catalunha, a missão trouxe a Goiás 13 empresários que já atuam em diversas áreas e têm interesse em investir no Estado. O grupo cumpriu uma extensa agenda, com reuniões na Secretaria Estadual de Indústria e Comércio (SIC), na FIEG e visita ao Porto Seco Centro-Oeste, no Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA).
Na SIC, o titular da Pasta, William O´Dwyer demonstrou as potencialidades de Goiás, em relação à sua localização estratégica e, sobretudo, a política de incentivos fiscais. Na FIEG, ressaltou Wilson de Oliveira, a reunião contou com o respaldo do Centro Internacional de Negócios (CIN) e da Comissão de Infraestrutura e a participação de representantes 15 municípios goianos que puderam conhecer o know how de empresas que atuam com a seleção e coleta de lixo, reciclagem, administração de aterros sanitários, extração de gás nos aterros e na recuperação e urbanização de mananciais.
Na sexta-feira,05, após o término da reunião e do almoço na FIEG, a missão se deslocou para Anápolis, onde foi acompanhada pelos secretários municipais Air Ganzarolli (Desenvolvimento Econômico) e Francisco Carlos Costa (Meio Ambiente). “Através da FIEG Regional Anápolis, fizemos a interlocução para que o grupo de empresários pudesse conhecer o DAIA e o Porto Seco, que representam a pujança de Goiás no setor industrial”, destacou Wilson de Oliveira.
“O nosso trabalho, através da FIEG e da Regional Anápolis, junto a esta missão da Catalunha vai continuar, pois temos a convicção que iremos colher bons resultados para a economia de Goiás, com a vinda de importantes investimentos”, reforçou Wilson de Oliveira, acrescentando que esta é a segunda vez que pode se reunir com o chefe da missão, Josep Maria Buades, e teve do mesmo a demonstração do grande interesse dos espanhóis gerar negócios em Goiás.
“A FIEG na gestão do presidente Pedro Alves, tem atuado fortemente, junto ao Governo do Estado e as prefeituras goianas, para fomentar o desenvolvimento, através da atração de investimentos para a geração de empregos, renda e divisas. Estamos muito satisfeitos com essa missão da Catalunha, pois foi um trabalho desempenhado com muita objetividade e profissionalismo de ambas as partes e que tivemos a honra de participar e de conduzir”, frisou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Economia

Lançadas duas novas linhas de crédito

16/11/2018

A GoiásFomento está lançando duas novas linhas de crédito que serão oferecidas aos micro e pequenos empresários goianos...

Aplicativo de controle ‘Olho na Bomba’ já funciona em Anápolis

16/11/2018

Considerado uma ferramenta moderna que ajuda o consumidor a economizar na hora de abastecer o seu veículo, o aplicativo Olho...

Caoa Chery planeja produzir três modelos SUVs na planta de Anápolis

08/11/2018

O Polo Automotivo de Goiás dará um novo salto com os anúncios de investimentos para ampliação do parque industrial e o l...

Contribuintes podem quitar débitos com desconto até dia 19

02/11/2018

Vai até o dia 19 de novembro o prazo para os contribuintes em débito com o ICMS, IPVA e ITCD regularizem a situação fisc...