(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ministro Baldy lança movimento “Todos pela Habitação”

Política Comentários 22 de maro de 2018

Iniciativa tem por objetivo ampliar rede de parcerias para alinhar benefícios de tarifas sociais e reduzir o déficit habitacional qualitativo no País


O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, lançou na última segunda-feira,19, o movimento chamado “Todos Pela Habitação”. Em seminário sobre a área, realizado no Rio de Janeiro, o ministro goiano afirmou que vai liderar movimento para proporcionar moradia digna e com cidadania às comunidades necessitadas por meio de acordos solidários de Habitação envolvendo governos, pessoas físicas e setor privado. Segundo ele, o projeto vai estabelecer parcerias com a iniciativa privada para trazer tarifas sociais nos custos de água, luz, gás, internet, entre outros serviços e consequentemente reduzir o déficit habitacional qualitativo no país.
O anúncio do projeto foi realizado durante o Seminário organizado pelo Grupo Globo, em que a gravidade da precarização da habitação no Brasil foi discutida entre lideranças políticas, sociedade, organizações sociais e setor privado. A participação da sociedade civil organizada no projeto foi inclusive destacada pelo ministro durante seu discurso.
“Esse será um projeto estimulado pelo governo, mas assumido pela iniciativa privada. Será uma Organização Social de apoio e cooperação com parceiros privados em forma de um grande movimento para levar dignidade de vida e cidadania não somente aos agraciados pelo programa Minha Casa, Minha Vida, mas às comunidades carentes espalhadas pelo país”, explicou o ministro.
Segundo Baldy, a Organização Social será voltada para estimular estudos sobre habitação, divulgar dados para as Prefeituras, criar rede de Arquitetos Comunitários e mobilizar apoio em todo Brasil para trazer qualidade de vida e socialização. “O nível de habitações em favelas segue crescendo de forma vertical e horizontal sem parar. A precariedade habitacional no Brasil gera riscos de vida e favorece que a criança abandone a Escola, que o jovem fique pouco em casa e que as relações familiares se desagreguem, essa situação precisa ser trabalhada de forma estratégica”.
O Todos Pela Habitação possibilitará que as famílias beneficiadas possam ter uma melhor adaptação nas novas condições de vida com uma casa própria e consequentemente diminuirá o risco de inadimplência no pagamento das contas de serviços como energia, água e gás em uma única tarifa. O programa também ajudará no combate ao poder paralelo e ilegal, além de atrair empresas com benefícios fiscais e de logística para empregar os moradores das regiões. Com isso, o projeto vai possibilitar o resgate da dignidade de vida da população que não necessita apenas de uma casa própria, mas de todas as condições para viver com excelência.
O ministro também reiterou que a preocupação não deve ser apenas a construção e entregas de moradias, mas também o planejamento e trabalho social que a região deverá ter a partir do momento em que diversas famílias se mudam para suas casas próprias. Segundo ele, a Caixa Econômica Federal estará como parceira do Ministério das Cidades para ajudar nos projetos sociais.

Reconhecimento
Presentes no evento, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) e o governador do estado, Luiz Fernando Pezão (MDB), elogiaram o trabalho de Baldy à frente do Ministério das Cidades e suas propostas para ajudar a combate o déficit habitacional.
“Já falei pro Baldy não sair no dia 7 de abril, se sacrificar em ficar sem mandato nos próximos anos para dar continuidade, até o final do ano, ao trabalho maravilhoso que está fazendo no ministério. Ele é jovem, pode não se candidatar agora e depois volta logo para o cargo de presidente da República”, disse o governador. Já Crivella pontuou que o ministro seria o novo Juscelino Kubitschek do Brasil.
Baldy revelou que serão escolhidas três comunidades no Rio de Janeiro para dar o ponta pé inicial no movimento. Ele destacou que já busca parceiros, empresas para se instalarem nos locais e meios de proporcionar à comunidade emprego, renda, educação, saúde e consequentemente mais dignidade.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...

CODEGO promete fazer gestão mais próxima dos empresários do DAIA

17/04/2019

Dezenas de lideranças do setor produtivo e empresários do Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA) participaram, nesta ...

Decreto do Presidente Jair Bolsonaro muda forma de tratamento entre agentes públicos na esfera federal

17/04/2019

Em decreto publicado na edição 70-A do Diário Oficial da União, edição extra de 11 de abril último, o Presidente Jair ...

Anápolis Gira Cultura chegou aos bairros com uma nova roupagem

13/04/2019

A tarde do sábado, 13 de abril, promete um colorido especial para os moradores do Santos Dumont. O bairro foi escolhido para...