(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ministério Público vê proliferação de javalis

Geral Comentários 08 de fevereiro de 2019

Animal predador entrou no Brasil pelo Uruguai e suas manadas avançam no País


O Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Goiás, através do promotor Delson Leone Júnior, participou de reunião para tratar de um planejamento do manejo de javalis em Goiás. Este foi o segundo encontro interinstitucional promovido para se abordar oi assunto, tendo em vista que em alguns municípios goianos, como Silvânia, a 60 quilômetros de Anápolis, a superpopulação dos animais tem causado prejuízos à fauna, à flora, e à agricultura. Em Goiás, as tratativas sobre o tema têm sido debatidas por integrantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); do Comando de Policiamento Ambiental; da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (EMATER) e da Associação Nacional de Caça e Conservação e o município de Silvânia.
O chefe da Floresta Nacional de Silvânia, Renato Cézar de Miranda, esclareceu que a unidade de conservação já registra um alto número de javalis, o que pode comprometer a sustentabilidade do local. Ele esclareceu que, em tratativas com a Secretaria de Meio Ambiente de Silvânia, está sendo delineado um plano de controle para o município. Foi apontado, ainda, que o javali é uma espécie de porco selvagem, considerada exótica no Brasil, e que apresenta grande taxa de crescimento e elevada capacidade de dispersão, formando grandes populações. Segundo informações do IBAMA, a superpopulação desses animais ameaça ecossistemas; provoca danos aos corpos d’água, inclusive nascentes, por meio do assoreamento. Além disso, são predadores de diversas espécies, ocasionando desequilíbrios ambientais, impactando fortemente a fauna e a flora. Eles podem, ainda, destruir lavouras em busca de comida e transmitir doenças para animais domésticos e nativos.
Em estados como Paraná e São Paulo, por exemplo, o abate controlado desse animal é permitido por lei. Ito, em virtude do estragos que suas mandas, algumas com centenas de exemplares, provocam em sítios, fazendas e nas matas nativas. Mas, existem dificuldade legais, pois algumas leis ambientai proíbem a matança de qualquer animal não domesticado, muito embora o javali não seja originário da América do Sul.
Desse modo, o município de Silvânia é uma das áreas prioritárias de ações para o controle desta espécie exótica no Estado, tendo em vista que a Floresta Nacional do município tem, entre outros, o objetivo de proteger espécies ameaçadas de extinção e endêmicas. Conforme esclarecido pelo promotor Delson Leone, o Ministério Público de Goiás poderá contribuir assim que definidas as estratégias de ação pelo grupo, quando haverá maior detalhamento do que será desenvolvido pelos órgãos envolvidos, em suas respectivas áreas de atuação. Ele adiantou que ao MP-GO caberá garantir que seja desenvolvido um tipo plano de manejo que preserve o meio ambiente de forma integral. Ficou definido que o grupo encaminhará a minuta do plano de ação, assim que finalizada a proposta, a qual será submetida a considerações técnicas pela equipe da Unidade Técnico-Pericial Ambiental do MP. (com informações da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Bazar beneficente em prol de instituições sociais

14/02/2019

Neste sábado, 16, das 8h às 13h, o grupo Mulheres Em Pauta, composto por 30 mulheres de Anápolis, realizará um Bazar Bene...

Banco de leite reforça equipe com nutricionista

14/02/2019

Desde o dia 5 de dezembro do ano passado, o Banco de Leite Humano de Anápolis deixou de ser uma simples sala para se tornar ...

Feirantes e permissionários devem se recadastrar

14/02/2019

Para proporcionar mais legalidade, organização dos espaços e oferecer suporte aos feirantes e permissionários, a Prefeitu...

Adultos também precisam seguir um calendário de vacinação, alerta saúde

14/02/2019

Muita gente não sabe, mas os adultos também precisam ser vacinados. Quem está com as vacinas desatualizadas coloca em risc...