(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mini-Fórum: TJ lança pedra fundamental da obra

Justiça Comentários 23 de outubro de 2009

Nova estrutura vai abrigar 1º e 2º Juizados Especiais Cíveis e a intenção do Tribunal de Justiça é descentralizar e facilitar os serviços para a população


O Tribunal de Justiça (TJ) do Estado de Goiás lançou na segunda-feira, 19, a pedra fundamental da construção do Mini-Fórum do 1º e 2º Juizados Especiais Cíveis. O evento aconteceu na Avenida Brasil Sul, no loteamento Vila Esperança.
Participaram do evento diversas autoridades do Poder Judiciário, entre elas o juiz auxiliar da presidência do TJ, Aureliano Albuquerque Amorim, representando o presidente, desembargador Paulo Teles; o coordenador do setor de Obras e Engenharia do TJ, Antônio Nery da Silva; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás, Gentio Pio de Oliveira.
O diretor do Foro de Anápolis, Gleuton Brito Freire, o coordenador do Ministério Público em Anápolis, Luís Fernando Ferreira Abreu, o diretor do Foro Trabalhista de Anápolis, Sebastião Alves Martins e a procuradora Geral do Município, Andréa de Araújo também participaram da cerimônia.
Entre os presentes ao evento do Mini-Fórum, apenas o juiz auxiliar da presidência do TJ, Aureliano Albuquerque Amorim, o prefeito Antônio Gomide e o presidente da Câmara Municipal, Sírio Miguel, se pronunciaram. O primeiro fez questão de destacar que o evento é mais um indicativo da política de descentralização da Justiça e de sua aproximação com a comunidade. O prefeito Antônio Gomide parabenizou a Justiça de Goiás pela iniciativa e falou da importância do Mini-Fórum para Anápolis.
As obras do Mini-Fórum devem ter início no próximo ano e serão financiadas pelo próprio TJ-GO. Entre os serviços que serão prestados aos moradores da região estão: pequenas causas de até 40 salários mínimos, arrendamento rural, parceria agrícola, cobrança ao condomínio (qualquer quantia), ressarcimento por danos em prédios urbanos ou rústicos.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Justiça

Em sentença pioneira, porte de “chucho” incide em condenação

12/10/2017

Conhecidas como chucho, as armas artesanais – produzidas pelos próprios detentos – são comuns nos ambientes carcerário...

Juiz propõe investimentos para produção e segurança

24/08/2017

O Juiz de Direito Mateus Milhomem de Sousa, titular do Primeiro Juizado Especial Criminal da Comarca de Anápolis, endereçou...

Juiz propõe investimentos para produção e segurança

24/08/2017

O Juiz de Direito Mateus Milhomem de Sousa, titular do Primeiro Juizado Especial Criminal da Comarca de Anápolis, endereçou...

Condenação de Lula repercute no meio político de Anápolis

13/07/2017

Sentença do Juiz Federal Sérgio Moro condenou a nove anos e seis meses o Ex-Presidente Lula, por crimes de corrupção pass...