(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Merenda escolar: Secretária contesta denúncia de que qualidade teria caído

Educação Comentários 13 de maio de 2016

De forma anônima, servidora do setor de merenda escolar denuncia qualidade da alimentação servida aos alunos e afirma que crianças passaram uma semana comendo apenas sopa


Uma denúncia, feita ao Jornal Contexto por uma funcionária que prefere se manter no anonimato, segundo a qual nos últimos meses caiu bastante a qualidade da merenda servida nas escolas, foi veementemente contestada pela secretária municipal de Educação, Virgínia Pereira de Melo. A denúncia, de uma servidora que trabalha como auxiliar de serviço de alimentação e higiene, no setor de merenda escolar da rede municipal, garante que recentemente as crianças passaram quase uma semana comendo apenas sopa, sem incluir nutrientes necessários a uma boa alimentação.
“Não temos conhecimento de que isso esteja ocorrendo”, reagiu a secretária municipal de Educação explicando que o cancelamento, no final de 2015, de uma licitação para a aquisição de gêneros alimentícios destinados às unidades escolares, centros municipais de educação infantil e entidades filantrópicas da Rede Municipal não deixou nenhuma unidade sem alimentos da merenda escolar. “Isso porque providenciamos imediatamente um processo emergencial que garantiu o fornecimento de todos os produtos usados na merenda escolar até hoje”.
Virgínia Melo reconhece que eventualmente pode faltar um produto ou outro, mas garante que a qualidade da merenda e os nutrientes usados para uma boa alimentação estão todos assegurados. “Nos últimos dias, nosso estoque de feijão acabou, mas já estamos providenciando a aquisição do produto e substituindo o feijão por um produto similar”, acrescentou a secretária lembrando que um novo pregão eletrônico seria realizado no último dia 13, para a aquisição de gêneros alimentícios que vão reabastecer todas as unidades escolares.
Anonimato
Informada que a servidora que fez a denúncia preferiu se manter no anonimato, a secretária sugeriu que ela procurasse a Secretaria Municipal de Educação e formalizasse a denúncia, mesmo sem se identificar. “O que mais estranha é que até hoje não chegou ao nosso conhecimento nenhum tipo de reclamação sobre e merenda escolar”, disse Virgínia Melo, explicando que a servidora faça a denúncia por telefone, “caso essa pessoa prefira se manter anônima”.
A secretária sugeriu, no entanto, que a servidora que fez a denúncia indicasse em qual unidade escolar estaria ocorrendo problema com a merenda. “Mesmo que estivéssemos fornecendo apenas sopa, como afirma essa pessoa que fez a denúncia, no seu preparo usamos carne, legumes, verduras e outros produtos que proporcionam uma boa alimentação”, acrescentou Virgínia Melo, afirmando que exceto o feijão, não está faltando nenhum outro produto usado na merenda escolar, incluindo frutas que necessitam de cuidados especiais para não estragar ou perder.
Segundo ela, no pregão eletrônico que estava marcado para acontecer às 9 horas do dia 13 de maio, pelo tipo menor preço, seriam adquiridos todos os produtos utilizados no preparo da merenda escolar, tanto para uso presente, eventual e futuro. A secretária informou que os gêneros alimentícios adquiridos serão destinados a todas as unidades escolares da rede municipal, incluindo as entidades filantrópicas conveniadas.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Câmpus do IFG Anápolis tem nova diretora eleita

30/11/2017

A Comissão Eleitoral Central publicou no final da noite desta quarta-feira, 29, o resultado preliminar da eleição para dir...

Associação Educativa Evangélica celebra os 500 anos da Reforma Protestante

03/11/2017

Serão necessários mais 500 anos para que as futuras gerações tenham a noção da importância da celebração realizada n...

Saúde na Escola atende a quase 40 mil estudantes

20/10/2017

A Prefeitura de Anápolis, em parceria com o Governo Federal, está desenvolvendo o Programa de Saúde na Escola (PSE), um co...

Oficinas gratuitas oferecidas no programa Semana Cidadã

06/10/2017

A 1ª edição da Semana Cidadã, uma parceria entre a UniEVANGÉLICA e a Prefeitura Municipal de Anápolis, através da Secr...