(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mega operação combate a criminalidade em Anápolis

Segurança Comentários 12 de maio de 2013

Vários acusados de crimes de homicídios foram presos. O Genarc fez a apreensão de 11 quilos de pasta base de cocaína


O Brasil contra o crime. Operação PC 27. Nesta quinta-feira,9, uma operação foi deflagrada em todo o País, envolvendo a Polícia Civil dos 27 estados da federação. Em Goiás, o principal objetivo foi o de combater frentes diversas criminosas. A ação também foi uma forma de comemorar o Dia do Policial Civil e mostrar à sociedade o trabalho desenvolvido pela corporação.
A 3ª. Regional da Polícia Civil, sediada em Anápolis, somente no Município, cumpriu 10 mandados de prisão que já haviam sido expedidos pela Justiça, conforme informou o delegado geral, Álvaro Cássio. A maioria dos presos, são acusados pela prática de crime de homicídio. Aliás, o número de registros de homicídios na Cidade bateu a casa de 70, de janeiro para cá. O delegado destacou que está é uma de várias operações planejadas que visam reduzir o índice de criminalidade em Anápolis e oferecer mais segurança à população.
Também na quinta-feira,9, O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos, comandado pelo delegado Alex Vasconcelos, efetuou a apreensão de 11 quilos de pasta base de cocaína e 400 gramas de crack. O flagrante foi feito no Jardim das Américas 3ª. Etapa.

Goiás
Em Goiás, a Operação PC 27 originou duas frentes de atuação simultâneas: a Operação Dilúvio e a Operação Resgate. Na primeira, mais de 500 Policiais Civis, em 33 municípios goianos, percorreram o Estado buscando cumprir 105 Mandados de Prisão e de Busca e Apreensão. O foco principal foi combater crimes de homicídio, tráfico de drogas, exploração sexual, sequestro, cárcere privado, roubo de cargas e crimes ambientais e contra a Administração Pública. A segunda operação tratou-se de uma investigação realizada pela Polícia Civil, executada em parceira com a Polícia Militar, com o cumprimento mais de 50 mandados de prisão e de busca e apreensão.
Os resultados das Operações Dilúvio e Resgate foram apresentados à imprensa no Conselho Superior da Polícia Civil. O Secretário de Segurança Pública e Justiça, Joaquim Mesquita, e o Delegado Geral da Polícia Civil, João Carlos Gorski, concederam entrevistas e apresentaram detalhes das operações. Foram abordadas 600 pessoas em todo o Estado. Ao todo foram presas 101 pessoas, dentre elas 18 Policiais Militares, presos no município de Goianira.
Além das prisões, foram apreendidos 14 armas de fogo, 13kg de pasta base de cocaína que equivalem a aproximadamente 100 mil pedras de crack, 08 kg de maconha; 01 caminhão cheio de produtos falsificados. Foram confeccionados 16 Termos circunstanciados de Ocorrência (TCOs) pela prática de crime ambiental e incineradas 141 máquinas caça níquel. (Com informações da Polícia Civil)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...