(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Maternidades públicas de Anápolis receberão mais investimentos

Saúde Comentários 28 de fevereiro de 2014

O Projeto da Secretaria Municipal de Saúde, aprovado no Ministério da Saúde, garante repasses mensais para melhorar a qualidade dos serviços de partos realizados no município


A Secretaria Municipal de Saúde conquistou, por meio de um Projeto enviado ao Rede Cegonha, do Ministério da Saúde, um recurso para investir em melhorias para as maternidades que prestam serviços para o Sistema Único de Saúde (SUS), em Anápolis. Essas unidades receberão uma quantia mensal que deve ser destinada à manutenção dos leitos e pagamento de funcionários. O primeiro repasse será feito com parcelas retroativas, relativas aos meses que se passaram desde a aprovação do Projeto, em setembro de 2013.
A partir do mês de março, as maternidades do município passam a receber mensalmente um suporte financeiro que deverá ser investido na prestação dos serviços de partos no município. A maternidade da Santa Casa passará a receber o montante de R$ 209.705,64, e a Maternidade “Dr.Adalberto Pereira”, o montante de R$ 30.660,00, por mês. A primeira parcela será retroativa, referente aos meses de setembro à janeiro, disponibilizando mais de um milhão de reais para a Santa Casa e mais de 153 mil para a Maternidade “Dr.Adalberto Pereira”.
O secretário municipal de saúde, Luiz Carlos Teixeira, explica que o repasse federal só foi feito recentemente e, por isso, o pagamento às maternidades ainda não foram efetuados. Além disso, o gerenciamento da verba é do município, portanto, as duas maternidades precisaram apresentar um plano de trabalho justificando como seriam realizados os investimentos.
O recurso é destinado a melhoria dos leitos pactuados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e adulto, e a Unidade de Cuidados Intermediarios (UCI) neonatal e para pagamento de funcionários das maternidades. “Os prestadores desses serviços precisam cumprir os indicadores que estão estabelecidos pela Rede Cegonha para continuar recebendo o recurso”, observou.

Autor(a): Wanessa Mereb

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Cirurgias pediátricas tem fila de espera reduzida

18/08/2017

Já medicado, o garoto J.B.N., 4, demonstrava tranquilidade, ao entrar no centro cirúrgico do Hospital Evangélico, para rea...

Goiás ocupa a terceira posição no ranking nacional em transplante de córneas

18/08/2017

Em Goiás, são realizados transplantes de córneas, rins, coração e medula óssea, sendo que o de córneas é o mais comum...

Franquia Oral Sin se instala em Anápolis

10/08/2017

Acaba de chegar em Anápolis a primeira franquia Oral Sin Implantes. O empresário e odontólogo Leonardo Lara recebe convida...

Município deve receber mais recursos para medicamentos

03/08/2017

Definido no último dia 31 de março, o fechamento das unidades próprias do programa Farmácia Popular deve otimizar a utili...