(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Marconi Perillo: “O povo quer uma campanha limpa”

Política Comentários 07 de outubro de 2010

Candidato tucano defende que nível da campanha deve ser mantido no segundo turno e que, mais uma vez, irá precisar dos votos dos anapolinos para buscar a vitória neste pleito


A avaliação do candidato do PSDB ao Governo de Goiás, Marconi Perillo, é de que o segundo turno significa uma nova eleição. O tucano esteve em Anápolis na última terça-feira, 5, para “agradecer a votação que obtive dos anapolinos, que nunca me faltaram com o apoio e merecem todo o meu respeito e consideração”, enfatizou, afirmando que Anápolis foi a primeira cidade por ele visita depois da eleição de três de outubro e que a mesma foi decisiva, lhe rendendo, novamente, uma boa votação.
Segundo Marconi, a primeira fase da disputa foi “uma campanha limpa e de alto nível”, afirmando, ainda, que procurou respeitar os adversários. “O povo não quer saber de baixaria, de bate-boca, o povo quer saber o que nós vamos fazer para melhorar a vida das pessoas. Eleição não é um ringue de lutas, é um campo de exposição de ideias”, enfatizou Marconi, observando que esse comportamento deve ser adotado, também, no segundo turno, embora não descartando a responsabilidade de revidar o seu adversário, Íris Rezende, caso seja atacado.
Durante a visita, Marconi Perillo manteve encontro com lideranças que o apoiaram no primeiro turno e, também, com outras que apoiaram outros candidatos. É o caso do vereador e deputado estadual eleito Carlos Antônio (PSC), que apoiava a candidatura de Vanderlan Cardoso e, agora, declarou, publicamente, o seu apoio para o tucano. Outro que acompanhava Marconi era o prefeito de Luziânia, Célio Silveira, que ajudou o candidato a angariar, a exemplo de Anápolis, uma votação bastante expressiva naquela cidade no Entorno de Brasília.
O candidato observa que será uma batalha dura no segundo turno, a exemplo do que aconteceu no primeiro. “Enfrentei quatro adversários e as máquinas do Governo Estadual e Federal. Agora, seremos dois candidatos disputando as eleições presidenciais e seremos dois, eu e o Íris, disputando em Goiás. O eleitor vai ter a possibilidade de comparar os dois estilos de governo, que são bastante diferentes”, ponderou.

Vanderlan
Marconi Perillo, em entrevista à imprensa, falou sobre um eventual apoio por parte do republicano Vanderlan Cardoso, que no primeiro turno obteve mais de 500 mil votos no Estado. “Tivemos uma relação respeitosa. Ele [Vanderlan] teve uma votação expressiva, mas respeitamos a sua opinião”, disse cauteloso, revelando, no entanto, que “temos amigos em comum que estão ouvindo as suas ponderações”.
Marconi Perillo destacou que devido ao tempo mais exíguo nesta segunda fase da eleição, não será possível visitar todos os municípios e, por isso, a campanha será estruturada de forma diferente. Segundo adiantou, o senador reeleito Demóstenes Torres (DEM) ficará responsável pela mobilização na região metropolitana e caberá ao mesmo, também, a missão de servir de interlocutor para alinhavar novos acordos. A senadora reeleita Lúcia Vânia (PSDB) fará a interlocução da campanha com prefeitos, ex-prefeitos e outras lideranças. O deputado Jovair Arantes cuidará da parte de fiscalização e também de mobilização da militância tucana. E os deputados estaduais e federais e estaduais eleitos na coligação, farão o trabalho de busca de votos em suas respectivas bases.
O tucano voltou a afirmar que, eleito, não se furtará em, no primeiro momento, a trabalhar a parceria administrativa com o prefeito Antônio Gomide. Ele também defendeu o candidato de seu partido à Presidência José Serra, do qual espera também apoio na disputa eleitoral em Goiás. “O Serra é um candidato que defende os valores cristão, além de ser bem preparado e competente. Se ele ganhar, vamos ter uma enorme parceria. Se ganhar a Dilma Rousseff, vamos procurar uma relação respeitosa, madura. Governo não faz oposição a governo”, ressaltou Marconi Perillo

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...