(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Marconi pede voto útil para os anapolinos

Política Comentários 25 de setembro de 2014

O candidato à reeleição pelo PSDB destacou seus projetos em reunião com empresários na Associação Comercial e Industrial de Anápolis - ACIA


A última rodada do programa “Conversando com o empresário”, realizado com os candidatos mais bem posicionados na disputa pelo Governo de Goiás, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), recebeu o governadoriável do PSDB, Marconi Perillo, que busca a reeleição para o cargo para que o mesmo pudesse expor os seus projetos, principalmente, voltados para o setor de desenvolvimento econômico.
Antes da conversa com os empresários, Marconi Perillo concedeu uma entrevista coletiva e falou sobre a sua expectativa sobre esta reta final da campanha. Segundo ele, a avaliação é que a sua gestão no Governo está bem avaliada pela população e isso está se refletindo no trabalho eleitoral. Entretanto, disse que está trabalhando arduamente junto com o Vice José Éliton (PP), com o candidato ao Senado Vilmar Rocha (PSD), com sua esposa Valéria Perillo e os demais candidatos a cargos proporcionais da base aliada, para que o maior número possível de municípios seja visitado até às vésperas do pleito.
Tanto na entrevista coletiva, quanto no contato com os empresários Marconi, como deve fazer qualquer candidato que se preze, pediu votos. E, mais do que isso, pediu o voto útil dos anapolinos para que possa ganhar a eleição ainda no primeiro turno. “Quero vencer aqui em Anápolis com uma boa margem e vencer em Goiás com a marca decisiva de Anápolis”, ressaltou o tucano. Conforme disse, seu principal adversário, Íris Rezende (PMDB), “sempre vem à Cidade para pedir votos, mas depois não volta”. “O outro candidato, do PT, não tem chances de chegar ao segundo turno e, por isso, é que peço o voto útil dos anapolinos”, conclamou.
Marconi afirmou que se considera um anapolino e lembrou que praticamente iniciou no Município a sua carreira política na Cidade, pelas mãos de Henrique Santillo, “que considero como um pai, não só na política”, frisou, acrescentando que em todas as eleições, tanto para o Governo quanto para o Senado, teve o voto decisivo de Anápolis e, agora, espera, novamente, por este apoio.

Projetos
Durante a sua exposição, Marconi Perillo pontuou que tem cumprido com todos os seus compromissos com Anápolis e citou algumas obras realizadas ou em andamento de seu Governo, dentre elas, o Aeroporto de Cargas, o Centro de Convenções, o anel viário do DAIA, o novo presídio, o asfalto entre Anápolis e Gameleira, a reforma de escolas estaduais e os investimentos em saneamento. Neste último caso, destacou que já foram investidos R$ 60 milhões no sistema de água e mais R$ 110 milhões estão sendo contratados visando a universalização da água e esgoto.

Celg
Com relação à preocupação dos empresários com o suprimento de energia elétrica, Marconi Perillo disse que o problema da CELG vem desde a venda das usinas de Corumbá 4 e Cachoeira Dourada, no governo do PMDB, mas agora, segundo afirmou, os problemas serão superados, a partir do acordo feito com o Ministério das Minas e Energia e a Eletrobrás, que permitirá um aporte de R$ 1,9 bilhão no caixa da estatal para o seu saneamento financeiro e, também, para novos investimentos.

Incentivos fiscais
Outra preocupação manifestada pelos empresários foi com relação à possibilidade do fim dos incentivos fiscais. O candidato Marconi Perillo ressaltou que não vê outra alternativa, senão continuar “lutando vigorosamente como temos feito”, para manter os incentivos. O tucano ponderou que não só Goiás, mas 14 outros estados brasileiros dependem de uma política fiscal diferenciada para atrair investimentos, gerar empregos e manter os seus produtos competitivos no mercado nacional e internacional. Mesmo porque - disse - como é o caso de Goiás, que está distante dos portos, como o de Santos, cerca de mil quilômetros. “Se não tivermos um diferencial de preço, a partir da redução do ICMS, não temos como competir e, hoje, temos também uma concorrência muito grande com os produtos chineses”, argumentou.

Projetos
Durante ainda a conversa com os empresários, Marconi Perillo ficou de avaliar uma proposta apresentada na reunião, para ajudar o Município na conclusão do contorno viário da Cidade. E, adiantou que se for provocado, irá ajudar a Prefeitura com o projeto para a construção de um viaduto nos cruzamentos entre as avenidas Goiás e Brasil.

Violência
Fugindo um pouco aos temas econômicos, Marconi foi questionado sobre a questão da segurança pública e se comprometeu que, caso seja eleito, fará uma “cruzada” pelo País, a fim de sensibilizar o Governo Federal para que seja feito um pacto federativo a fim de que não só os estados, mas também a União e os municípios coloquem recursos no setor. E, também, com o objetivo de que sejam feitas “mudanças profundas” no Código Penal Brasileiro, para evitar o ‘prende e solta’ de bandidos. “O nosso Código é de 1940, quando a realidade do País era outra. Temos uma polícia eficiente, que investiga e prende, mas aí o marginal contrata um advogado e daí a pouco já está solto. Temos que endurecer as leis”, pontuou, acrescentando, também, que o Governo Federal deve adotar uma postura mais firme com os países vizinhos que exportam drogas e armas para o Brasil, atuando na parte diplomática, impedindo que esses países tenham, por exemplo, acesso a financiamentos por meio do BNDES e também através de um trabalho mais amplo de fiscalização de fronteiras.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Câmara homenageia professores com a outorga de comendas

20/10/2017

A Câmara Municipa, realizou, na última terça-feira,17, no Teatro São Francisco, sessão solene para a outorga da Comenda ...

Justiça faz trocar armas com defeito

20/10/2017

O juiz de direito da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Ricardo Prata, acatou ação impetrada pelo Governo de Goiás e d...

Governo faz homenagem a jovens com a comenda

20/10/2017

A ação transformadora da juventude e a reafirmação das liberdades democráticas foram destacadas pelo governador Marconi ...

Baldy relata projeto de fiscalização em insntituições financeiras

19/10/2017

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (18), o projeto de lei que aumenta o poder de Banco Central do B...