(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mais médicos para os moradores dos bairros

Saúde Comentários 13 de novembro de 2009

Durante sessão especial na Câmara de Vereadores, staff da Semusa reconheceu problemas de atendimento e anunciou nova seleção para contratar médicos


A Câmara Municipal realizou na noite da última quarta-feira, 12, uma sessão especial para debater assuntos relacionados aos serviços públicos de saúde do município. A iniciativa da reunião foi da vereadora Gina Tronconi, que é médica e preside a Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Casa. O evento teve a participação do secretário da pasta, Wilmar Martins, que fez questão de estar presente à reunião com todas as diretorias do órgão. O promotor de Justiça, Marcelo Henrique dos Santos, que é curador da saúde, também esteve presente.
No início da sessão especial, a vereadora fez a apresentação de um vídeo contendo depoimento de populares que aguardavam nas filas para marcar consultas ou receber atendimento nas unidades de saúde da rede municipal. A principal reclamação foi a falta de médicos nos postos de atendimento e, também, em relação ao agendamento de consultas e retornos. De acordo com a vereadora, a intenção do vídeo “não foi para tecer críticas ao modelo que aí está, mas para contribuirmos na busca de soluções para os anseios da população que são muitos”, enfatizou.
Gina Tronconi observou que os postos do Programa Saúde da Família (hoje chamado de Estratégia de Saúde da Família), além da falta de profissionais, também estão funcionando com instalações precárias. E que há, entre muitos profissionais médicos, desestímulo para se prestar serviço na rede municipal, em função de salários e condições de trabalho. Além disso, cobrou a implantação de uma farmácia de medicamentos de alto custo, para que os pacientes que necessitam destes medicamentos não fiquem na dependência do fornecimento através do Juarez Barbosa, em Goiânia.
O secretário Wilmar Martins, o chefe de gabinete da secretaria Roberson Guimarães e o diretor de Planejamento e Regulamentação, Elias Hanna, apresentaram dados sobre as ações realizadas pela atual administração. Os gestores da saúde reconheceram a falta de médicos, relatando que no último processo seletivo foram abertas cinco vagas para neurologistas, mas nenhuma foi coberta. Há também falta de pediatras e este problema não é apenas na rede pública.
Com relação aos investimentos, a Secretaria de Saúde informou que, no mês passado, cinco empresas foram contratadas, por meio de licitação pública, para executarem serviços de reforma e ampliação em todas as unidades de atendimento. Para o ano que vem, será ainda construída a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). E, também, uma unidade do CAPS 3, para atender a pacientes com transtornos mentais.

Saúde da Família
Até o mês de setembro, a Secretaria de Saúde já havia realizado, segundo o balanço apresentado, 1.665 cirurgias eletivas. De janeiro a agosto, 7.706 exames de mamografia. Na Atenção Básica, o total de atendimentos contabilizados foi de 356 mil. Em relação ao quadro de profissionais, a Secretaria já está concluindo os preparativos para o lançamento do edital de um novo processo seletivo. Hoje, há necessidade de cobertura com equipes completas do PSF em 18 unidades, das 46 existentes. A expectativa é de que, desta vez, as vagas ofertadas sejam cobertas, em razão de que houve um aumento variando de 35 a 55%. Um dado curioso apresentado é que para as demais funções do PSF, não há carências de pessoal a serem supridas. No caso de profissionais de odontologia, há até um cadastro de reserva.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Anápolis tem alta incidência de sífilis

20/10/2017

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou o Boletim Epidemiológico da Sífilis, publicação técnica da Coordenação Estad...

Goiás registra queda nos casos de catapora

05/10/2017

A catapora, cientificamente chamada varicela, é uma infecção viral primária, aguda, altamente contagiosa, caracterizada p...

Protesto contra a falta de insulinas

28/09/2017

A falta de regularidade na dispensação de insulinas e insumos aos diabéticos cadastrados em um programa mantido pela Prefe...

Região de Anápolis mantém baixa em novos casos de dengue

21/09/2017

Anápolis pode fechar 2017 com bons indicadores em relação à dengue. Desde o início do ano, o Município mantém uma baix...