(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mais de R$ 100 milhões para financiamentos empresariais e rurais

Geral Comentários 17 de julho de 2015

Fundo Centro-Oeste contemplou 83 cartas consultas para 47 municípios goianos. Investimentos devem gerar mais de 600 empregos diretos


O Conselho de Desenvolvimento do Estado/Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) aprovou na quarta-feira, 15, financiamentos de cerca de R$131,7 milhões, suficientes para gerar ou manter 640 empregos diretos em 47 municípios goianos. Ao todo foram analisadas 83 cartas-consultas sendo 28 do FCO Empresarial e 55 do FCO Rural. O gerente de Negócios do Banco do Brasil – agente financeiro do programa -, Rui Barbosa Mesquita, também apresentou o Relatório de Informações Gerenciais do FCO para o primeiro semestre de 2015 e a previsão de contratações até 10 de julho de 2015, além do balanço dos financiamentos nos estados do Centro-Oeste. Ele avalia que Goiás, mais uma vez, saiu à frente em relação aos demais estados da região, inclusive com as menores taxas de inadimplência – 0,4%.


Ainda de acordo com Rui Mesquita, Goiás comprova sua capacidade de operacionalizar os recursos acompanhando o ritmo crescente das demandas e, dessa forma, confirma, antecipadamente, a previsão de utilização da sua parcela de recursos do FCO de 2015 em sua totalidade. “Além de esgotar os recursos de sua programação anual, nosso Estado está apto a participar da redistribuição dos recursos excedentes do FCO de outros estados como, por exemplo, o Distrito Federal, que até o momento conseguiu utilizar 15,02% dos 19% dos recursos reservados pelo Fundo”, anunciou o representante do Banco do Brasil.


 


Investimentos


As cartas-consultas analisadas pelo Conselho preveem investimentos nos setores de aviários e sistemas avícolas; aquisição e aprimoramento de matrizes bovinas/suínas; melhoria de pastagens; aquisição de plantel; construção, reforma e ampliação de estrutura rural, redes elétricas e equipamentos; implantação de piscicultura; construção civil; capital de giro; aquisição de veículos, máquinas e equipamentos, indústria, comércio, serviços e turismo. Não foram mencionadas as localidades para as quais os recursos foram direcionados.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...