(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mais de duas mil pessoas prontas para o mercado de trabalho

Economia Comentários 17 de maio de 2018

No momento, estão sendo ofertados, gratuitamente, 24 cursos nas áreas de gestão, informática, artesanato, e indústria


Não é novidade que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. É fundamental que o candidato procure se qualificar constantemente para se destacar dos demais. Diante deste cenário, a busca constante por capacitação tem sido uma realidade em Anápolis. Prova disso é o sucesso do Programa Qualificar, criado pela administração municipal para oferecer capacitação profissional gratuita em diferentes áreas de conhecimento sempre em parceria com instituições de renomada atuação nessa área. Somente neste ano, foram realizados 2.613 atendimentos, sendo que destes, 2.368 – que fizeram cursos do programa ou são do Jovem Aprendiz –, foram encaminhados para um emprego.
João Paulo da Silva é um dos novos alunos do programa em uma capacitação oferecida em parceria com o Instituto Tecnológico do Estado de Goiás Governador Onofre Quinan (Itego). Na última terça-feira, 15, aconteceu a aula inaugural dos cursos de Auxiliar de Recursos Humanos, no qual ele está participando, e de Auxiliar de Administrativo, que são uns dos que estão sendo realizados no Colégio Estadual Professores Faustino. O jovem, de apenas 16 anos, já trabalhou em diversas áreas, mas agora quer dar um passo além aprimorando as suas habilidades a fim de executar funções específicas. “Às vezes aquilo que você fez a vida toda não é o bastante. Precisamos estudar mais para fazer o serviço perfeitamente, almejando um futuro seja cada vez melhor”, considera o jovem.
Ele está no caminho certo, pois, assim como o seu curso, todos os outros só foram disponibilizados porque atendem a demanda do mercado, de acordo com um levantamento do Sistema Nacional de Emprego (Sine).
No momento, o Programa Qualificar está ofertando 24 cursos gratuitos para a população, nas áreas de gestão, informática, artesanato, e indústria. Em parceria com o Itego, ou seja, não havendo custos para a Prefeitura, são disponibilizados: assistente de Recursos Humanos; assistente Administrativo; auxiliar Administrativo; auxiliar de Recursos Humanos; operador de produção de fármacos e medicamentos; operador de computador; recepcionista/secretariado; oratória; atendente de caixa; operador de processos químicos; vigia/ porteiro; informática básica; fundamento de coaching; biossegurança/ práticas laboratoriais; química em geral; noções de Direito Administrativo; página Web; Excel e matemática comercial.
Há também cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) que a Prefeitura adquiriu , ou seja, pagou por eles mas são ofertados sem custos para os alunos. São eles: mecânica e manutenção de automóveis e motocicleta; costura em geral; montador de móveis; eletricista de instalador predial e operador de computador.
A Prefeitura de Anápolis abriu um processo licitatório, equivalente a R$ 1 milhão, para a aquisição de mais cursos como esses. Esta verba advém do Qualifica Brasil, programa do Governo Federal criado para ofertar oportunidades de qualificação, por meio de créditos educativos adquiridos junto a escolas e instituições que contribuem para o crescimento profissional dos cidadãos.
Dentro do Programa Qualificar, existe ainda o Telecentro, que oferece cursos de Inglês, Espanhol, Informática Básica, além das oficinas de Redação e Produção Textual e Raciocínio Lógico.
Para se inscrever, o candidato deve estar atento as datas de início das aulas, que sempre são divulgadas nas mídias sociais da Prefeitura de Anápolis. As matrículas são feitas na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, que fica ao lado do Terminal Urbano, Centro.

CENFOR
Os Centros de Formação Profissionais (Cenfor) foram criados pela Prefeitura para atender a demandas dos Bairros Filostro Machado, Industrial Munir Calixto, Residencial das Flores e regiões circunvizinhas. Nessas unidades, além do Itego e Colégio Estadual Professor Faustino, servem de suporte para o Programa Qualificar, ao abrigar diversos cursos gratuitos.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Brasil fechou o ano de 2018 com 62,6 milhões de inadimplentes

17/01/2019

O Brasil fechou o ano de 2018 com aproximadamente 62,6 milhões de brasileiros com CPF negativado. Os atrasos nas contas de ...

Goiás espera resposta do Governo Federal

17/01/2019

A Secretaria da Fazenda esclarece que o trabalho da missão do Ministério da Economia, que está em Goiânia desde segunda-f...

Goiás espera resposta do Governo Federal

17/01/2019

A Secretaria da Fazenda esclarece que o trabalho da missão do Ministério da Economia, que está em Goiânia desde segunda-f...

Anápolis arrecadou mais de R$ 4.5 bilhões em 2018

17/01/2019

A arrecadação de tributos e contribuições federais na área de abrangência da Delegacia de Anápolis da Receita Federal ...