(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Mais de 8,4 mil eleitores terão os títulos cancelados em Anápolis

Justiça Eleitoral Comentários 18 de maio de 2017

Quem teve o título cancelado, tem como reverter a situação e evitar os transtornos que podem ser gerados com a falta deste documento


Nesta sexta-feira,19, o Tribunal Superior Eleitoral vai proceder o cancelamento automático de títulos de eleitores que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições (se a localidade do eleitor teve dois turnos de votação, cada turno é considerada como uma eleição). Este procedimento, aliás, foi iniciado na terça-feira,16, duas semanas após o prazo final dado pela Justiça Eleitoral para que as pendências fossem regularizadas perante os cartórios eleitorais.
Segundo os dados atualizados pelo TSE, em todo o País há 1.898.472 eleitores em situação irregular. No estado de Goiás, este número é de 81.618. Já em Anápolis, o número é de 8.468, o segundo maior do estado, ficando atrás de Goiânia, onde 30.588 eleitores estão irregulares.
Até o prazo de dois de maio, em Anápolis, apenas 281 eleitores procuraram os cartórios eleitorais para providenciar a regularização e não ter o título cancelado. Em apenas dois municípios goianos- Goiás e Valparaíso- não há eleitores irregulares. Buriti Alegre, Buritinópolis, Cidade Ocidental, Estrela do Norte, Goianésia, Itumbiara, Santa Helena, Santo Antônio do Descoberto e até Rio Verde, contabilizam apenas um eleitor irregular em cada um.
Os 10 municípios com maior número de eleitores irregulares em Goiás, são, de acordo com os dados do TSE: Goiânia (30.588); Anápolis (8.468); Aparecida de Goiânia (6.359); Luziânia (3.137); Águas Lindas de Goiás (2.398); Novo Gama (1.630); Formosa (1.588); Trindade (1.436); Senador Canedo (1.166) e Mineiros (938).
O que fazer
De acordo com informações do Cartório Eleitoral de Anápolis, o eleitor que não regularizou no tempo hábil, terá o título cancelado. Mas, poderá fazer uma revisão, um novo título. Mas, para isso, terá que comparecer pessoalmente no local munido dos documentos pessoais para fazer a atualização do seu cadastro, inclusive, se for o caso, até a renovação de fotos e da biometria (digitais). Além de pagar a multa.
A relação dos eleitores que podem ter o título cancelado deve ser consultada no site do TSE ou nos cartórios eleitorais. A Justiça Eleitoral não faz comunicação por e-mail ou correspondência. O cidadão pode consultar sua situação na aba Eleitor no link “Consulta por nome”, entre outros tópicos, localizada na barra verde superior da homepage do Portal do TSE ou no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado. Pode ainda ir ao cartório eleitoral e solicitar essa informação.
Consequências
Quem não regularizou a situação do título eleitoral poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.
A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado. (Com informações do TSE)

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Justiça Eleitoral

Urna eletrônica terá novo layout nas eleições de 2018

26/05/2017

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) conheceram, recentemente, o protótipo da nova urna eletrônica, criada par...

Mais de 8,4 mil eleitores terão os títulos cancelados em Anápolis

18/05/2017

Nesta sexta-feira,19, o Tribunal Superior Eleitoral vai proceder o cancelamento automático de títulos de eleitores que não...

01/01/1970

...

01/01/1970

...