(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Álvaro Cássio assume comando da Polícia Civil

Segurança Comentários 04 de maro de 2016

Para o seu lugar, deve ser anunciado o delegado Fábio Vilela. Comando geral da PM também teve várias mudanças que podem repercutir em Anápolis


O delegado Fábio Vilela, deve anunciado, oficialmente, nos próximos dias, como o novo titular da 3ª Regional da Polícia Civil, com sede em Anápolis. Cargo que era ocupado pelo Delegado Álvaro Cássio, que assumiu na última terça-feira,1º, a função de Delegado Geral da Polícia Civil de Goiás, a convite do secretário de Segurança Pública, José Eliton que, no dia anterior, deu posse aos integrantes da cúpula da Polícia Militar. Mudanças estas que poderão repercutir nos postos de comando de Anápolis.
Na PM, o Coronel Divino Alves de Oliveira, assumiu o comando geral da corporação, no lugar do Coronel Sílvio Benedito. Também assumiram posições o Coronel Carlos Antônio Borges, Subcomando Geral; o Coronel Sílvio Vasconcelos Nunes, Chefia do Estado Maior Estratégico da PMGO; e o Coronel Edson Costa Araújo, Superintendência Executiva da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária.
“Alcançamos a Direção Geral da Polícia Civil num momento em que a segurança pública passa por um momento delicado, reflexo do que acontece em todo o Brasil. E sabemos que em determinados momentos precisamos de ações enérgicas. Como policial civil há mais de trinta anos, tendo sido Agente de Polícia e depois Delegado, tenho consciência da responsabilidade que é dirigir esta instituição, à qual cabe zelar pela segurança das pessoas”, destacou Álvaro Cássio, no discurso de posse. Na oportunidade, ele anunciou ainda os novos ocupantes de outros dois importantess cargos da instituição: o delegado Marcelo Aires, na Delegacia Geral Adjunta, e Ricardo Chueire, na Superintendência de Polícia Judiciária.
Ainda em seu discurso, Álvaro Cássio ressaltou que o projeto de segurança traçado pelo Secretário e pelo Governador Marconi Perillo alia gestão e operacionalidade. “Gestão para garantir que os recursos sejam aplicados da melhor forma e com resultados efetivos para a população. Operacionalidade no sentido de incentivar, apoiar, executar e respaldar as ações policiais que tragam a tranquilidade para Goiás”, disse. “Agradeço aqui a todos os colegas que vêm construindo a Policia Civil ao longo de todos esses anos. Pessoas de grande e inestimável valor como o Dr. João Carlos Gorski, em nome de quem agradeço a todos os colegas que já contribuíram e continuarão trabalhando para a grandeza de nossa Instituição”, pontuou.
Durante a solenidade, o vice-governador José Eliton lembrou que o país vive hoje um dos momentos mais delicados da história, em uma crise que assola a União, os estados e os municípios e em particular o setor privado. Um cenário que impacta de forma direta os indicadores da violência Brasil afora. “Observamos um cenário delicadíssimo no que diz respeito à segurança pública, uma situação que nos impõe uma reflexão, mas é preciso avançar no combate à criminalidade”, acentuou.
Segundo ele, momentos de crise são muitas vezes oportunidades de transformações, de mudanças, inclusive de comportamentos. “Ficamos indignados com crimes violentos que vilipendiam a condição humana, como os das jovens Nathalia e Jéssica, mas não podemos olhar com menor indignação crimes que ferem uma conduta moral ou ética”, ressaltou José Eliton.
Mais uma vez, José Eliton saiu em defesa dos profissionais que fazem a segurança pública e protegem a população. “Os policiais têm papel importante na sociedade e devem ser enxergados pela sociedade com os valores que eles têm; é a única categoria que coloca sua vida em risco em favor da sociedade e, portanto, tem que ser valorizado, tem que ser respeitado”, reforçou. “Eu haverei de ser a voz de cada policial em Goiás; eu vou fazer com que essa voz seja ouvida”, disse José Eliton, acrescentando que estará na defesa das demandas da categoria, em função das prerrogativas de cada segmento, sabendo que o momento exige uma reflexão e uma avaliação.

Perfil
Álvaro Cássio dos Santos, 58 anos, é natural de Itapuranga. Graduado em Direito, especialista em Direito Administrativo, Constitucional, Penal e Processual Penal. Está há 35 anos na Polícia Civil. É delegado de classe especial. Foi delegado regional em Aparecida de Goiânia de 2000 a 2011; foi superintendente de Polícia Judiciária em 2011/2012; foi delegado geral adjunto em 2012; e delegado regional em Anápolis entre 2012 e 2016. É casado e pai de três filhos. (Com informações da Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária)

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...

Ruas do centro terão policiamento ostensivo durante o fim de ano

30/11/2017

O policiamento nas regiões de maior presença do comércio em Anápolis, terão o policiamento reforçado neste final de ano...