(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed.578

Geral Comentários 08 de julho de 2016

Notas Gerais


Dilma contra-ataca
A presidente afastada Dilma Rousseff prepara uma ofensiva para voltar ao poder. O plano, definido por ela mesma de "programa da volta", vai prometer um novo eixo para o Governo, caso retorne ao Palácio do Planalto, e fará críticas à política econômica do presidente em exercício Michel Temer. Em almoço com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com os ex-ministros Jaques Wagner e Ricardo Berzoini, no Palácio da Alvorada, Dilma foi aconselhada a aumentar os ataques à condução da economia, sob o argumento de que o chamado Plano Temer levará ao agravamento da recessão.

A renúncia de Cunha
O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) renunciou à presidência da Câmara. O presidente interino, Waldir Maranhão (PP-MA), terá prazo de cinco sessões de plenário para realizar nova eleição. O eleito presidirá a Câmara até fevereiro do ano que vem, quando se encerraria a gestão de Cunha. Que estava afastado da presidência desde 5 de maio por decisão do Supremo Tribunal Federal que, também, suspendeu o seu mandato parlamentar por tempo indeterminado. A decisão anunciada pelo peemedebista na quinta-feira, 07, não altera o processo que o investiga no Conselho de Ética da Câmara.

Juros em disparada
Os juros subiram em junho, completando 21 meses seguidos de elevações, segundo divulgado quinta-feira (7) pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças. Das seis linhas pesquisadas, cinco tiveram as taxas de juros elevadas no mês (juros do comércio, cartão de crédito rotativo, cheque especial, empréstimo pessoal-bancos e empréstimo pessoal - financeiras) e uma teve sua taxa de juros reduzida no mês (CDC-financiamento de veículos). No cartão de crédito, os juros foram de 447,44% ao ano (15,22% ao mês) em junho, ante 441,76% ao ano e 15,12% ao mês em maio.

Escândalo paulista
A Polícia Federal de Marília (SP) cumpriu quatro mandados de prisão e sete de busca e apreensão de suspeitos de integrarem uma organização criminosa que sonega tributos. A ação, chamada de Operação Valletta, ocorreu nas cidades de Assis, Paraguaçu Paulista e na capital. De acordo com a polícia, o grupo existe desde 1995 e teria gerado prejuízo de mais de R$ 2 bilhões aos cofres públicos. Ainda segundo a polícia, os irmãos Caetano Schincariol Filho e Fernando Machado Schincariol, sócios administradores da Cervejaria Malta, presos em maio deste ano, fazem parte do esquema de sonegação.

Processos contra Cunha
Com a renúncia do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, as duas ações penais que ele responde no Supremo Tribunal Federal devem ser julgadas pela Segunda Turma da Corte e não mais pelo plenário, composto por 11 ministros. Nos processos, Cunha é acusado de receber US$ 5 milhões de propina em um contrato de exploração da Petrobras no Benin, na África, e de ter contas não declaradas na Suíça. De acordo com o Regimento Interno do STF, o plenário é responsável pelo julgamento de ações envolvendo presidentes da Câmara e do Senado.

Dirceu, de novo
A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula) por corrupção ativa, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro na operação Lava Jato. O petista é suspeito de receber vantagens ilícitas sobre contratos da Petrobrás com as empresas Hope Recursos Humanos e Personal Service. No relatório de indiciamento do petista, a PF o classifica como "José Dirceu, o VIP". Além de José Dirceu, outros sete acusados pelo mesmo crime foram denunciados no processo O relatório de 25 páginas, da Polícia Federal, que indiciou os investigados foi concluído em 22 de junho.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Ampliado o alcance do Portal do Cidadão

20/10/2017

O Portal do Cidadão, lançado em julho pela Prefeitura, já apresenta resultados efetivos e se confirma como facilitador na ...

Audiência vai discutir o Estatuto do Desarmamento

20/10/2017

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF) prorrogou o prazo das inscrições para os interessados em assistir à audiên...

Donos de postos e funcionário do Inmetro são presos pela PF

20/10/2017

Até a manhã desta quinta-feira,19, dois empresários de Anápolis se encontravam presos na carceragem da Polícia Federal, ...

Vereador quer melhorar transporte interestadual

20/10/2017

vereador Lisieux José Borges (PT), se reuniu com o presidente da Agência Goiana de Regulação (AGR), Ridoval Chiareloto, p...