(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed.543

Geral Comentários 30 de outubro de 2015

Notas Gerais


Dilma intimada


A presidente Dilma Rousseff terá que encaminhar à Justiça Federal cópia de todos os documentos produzidos pelo Palácio do Planalto que envolvam a discussão das medidas provisórias 471/2009 e 627/2013, incluindo agendas de reuniões que trataram do tema. A determinação partiu da juíza Célia Regina Ody Bernardes, responsável pela Operação Zelotes, que investiga suposto esquema de compra de normas editadas e aprovadas nos governos Lula e Dilma.  A juíza, também, solicitou informações aos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).


Lula e a Justiça


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu, na quinta-feira, 29, durante reunião do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), que vai sobreviver a "campanha de criminalização e ódio". "Serão três anos de pancadaria, mas eu vou sobreviver", disse. A afirmação teria relação com a ação da Polícia Federal (PF), Receita Federal e o Ministério Público Federal que, na última segunda-feira, cumpriram mandado de busca e apreensão no escritório do seu filho Luiz Cláudio Lula da Silva, em São Paulo. Lula ainda ironizou as recentes denúncias contra sua família.


FHC e o desarmamento


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso considerou um "escândalo" a votação realizada na terça-feira em que deputados revogaram, em comissão especial, o Estatuto do Desarmamento, facilitando o acesso a armas de fogo. Em vídeo gravado na manhã desta quarta em seu apartamento, em São Paulo, FHC apela aos deputados que derrubem em plenário o chamado Estatuto de Controle de Armas de Fogo. "O Estatuto do Desarmamento foi uma construção política feita com a sociedade e teve efeitos, reduziu a quantidade de mortes, mas que continua sendo um absurdo", disse FHC.


Defesa do Presidente


Aliado mais fiel do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), fez representação contra o líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), um dos principais críticos ao peemedebista. A representação de Paulinho ocorre um dia após a representação feita por Alencar contra Cunha ser devolvida pela Mesa Diretora ao Conselho de Ética. Na representação Paulinho da Força acusa Chico Alencar de ter parte de sua campanha financiada por funcionários de seu gabinete, e diz que o deputado usou notas frias para ser reembolsado pela Câmara.


Pílula do câncer


O Ministério da Saúde vai criar um grupo de trabalho para estudar a fosfoetanolamina, a chamada "pílula do câncer", substância com suposta ação contra o câncer produzida no Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP) de São Carlos. "Temos de colocar um fim nessa celeuma. Precisamos dar uma resposta para sociedade. Nas redes sociais, não se fala em outra coisa", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Castro. A portaria será publicada nesta sexta-feira, 30, no Diário Oficial. Para que as pesquisas sejam feitas, é preciso o aval do grupo que desenvolveu a substância, da USP.


Cunha X Dilma


Sem entrar em detalhes sobre o que o motivou a revogar a questão de ordem da oposição a partir da qual foi criado o rito do processo de impeachment, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse apenas entender que hoje esse era o "melhor caminho". O peemedebista também não adiantou qual rito adotará se autorizar a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O "manual de impeachment" estava suspenso por três liminares concedidas pelo Supremo Tribunal Federal. A Câmara chegou a recorrer das decisões da Corte com um agravo regimental.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...