(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 602

Geral Comentários 23 de dezembro de 2016

Notas Gerais


Sem pagamento
O governo do Rio informou que sofreu um novo bloqueio em suas contas, no valor de R$ 128 milhões, pelo não pagamento de dívida com a União, e que, por isso, não pagará mais as duas primeiras parcelas dos salários de novembro dos servidores Como havia anunciado. Só 59,8% da folha foram honrado, e a possibilidade de pagamento do 13º salário é baixa. Foram privilegiados servidores ativos da área da educação e ativos e inativos da segurança, que receberam até semana passada. Os demais só saberão quando virá a primeira parte do salário de novembro quando o novo calendário for divulgado.

Defesa de Lula
A defesa do ex-presidente Lula disse que o caso do terreno relatado na suposta delação de executivos da Odebrecht mostra que a Operação Lava Jato atingiu “grau de loucura” “na sua perseguição contra o ex-presidente”. A declaração foi publicada no Facebook. O texto informa que três delatores da empreiteira disseram à força-tarefa da investigação, que a Odebrecht comprou um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula, que acabou não sendo feita. "A Lava Jato abriu um processo contra Lula por ele não ter recebido o terreno, que segundo a operação, era para o Instituto Lula.

Novas eleições
Uma ação que pode levar à convocação de eleições diretas para presidente, caso Michel Temer seja cassado pela Justiça Eleitoral, está pronta para ser julgada no Supremo Tribunal Federal. Como o ministro relator da causa, Luís Roberto Barroso, já liberou a ação, basta uma decisão da presidente do STF, Carmén Lúcia, para que se analise a questão. A Corte entrou em recesso e retorna em fevereiro. A ação tramita no Supremo sem alarde Caso Temer seja destituído pelo Tribunal Superior Eleitoral, seria necessário aprovar uma proposta de emenda constitucional para viabilizar eleições diretas no País.

Lula contraataca
Réu em cinco ações penais diferentes, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a atacar, em entrevista a uma TV turca, os procuradores que o denunciaram por envolvimento em esquemas de corrupção no Brasil. Perguntado sobre como reage diante das acusações, Lula respondeu que as recebeu com muita tranquilidade e que a intenção delas, na verdade, era criminalizar o seu governo, e tudo o que ele fez nele. “E eles têm que saber que, se eu voltar, vou fazer o mesmo. Vou fazer mais e melhor”, disse. O petista defende que o Brasil realize novas eleições diretas para a Presidência.

Jornada de trabalho
O governo anunciou na quinta-feira (22) uma proposta de reforma da legislação trabalhista que autoriza a formalização de uma jornada de até 220 horas por mês (nos casos de meses com cinco semanas). A proposta mantém a jornada padrão de trabalho de 44 horas semanais com mais quatro horas extras, podendo chegar a até 48 horas por semana. Em um único dia, um trabalhador não poderá trabalhar mais do que 12 horas (oito horas mais quatro horas extras) desde que o limite na semana seja 48. O texto será encaminhado ao Legislativo pro meio de projeto de lei, com pedido de urgência.

Temer pacificador
O Presidente Michel Temer disse que o governo ganha um "belíssimo presente de Natal" com as medidas trabalhistas. Entusiasta de uma "pacificação nacional" desde que assumiu a Presidência interinamente, em maio, Temer declarou ainda que empregadores e trabalhadores estão mais unidos, e que o País conseguirá seguir o exemplo de "fraternidade". - Devemos afastar aqueles maniqueístas que acham que a verdade está só de um lado. Afastar os que são raivosos, que usam a irritação para contestar - afirmou. Temer evocou o clima natalino para que adversários deixem as diferenças de lado.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...