(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Lideranças das indústrias têm encontro com Michel Temer

Geral Comentários 22 de fevereiro de 2018

Presidente justificou suspensão da pauta sobre a reforma da Previdência


O presidente da Fieg Regional Anápolis, Wilson de Oliveira, participou, em Brasília, na última terça-feira, 20, de encontro com o presidente Michel Temer e lideranças da indústria do País. A representação goiana neste evento, capitaneado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi liderada pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Pedro Alves. Dirigentes de 20 federações da indústria estiveram no encontro no Palácio do Planalto.
O principal tema em pauta foi a reforma da previdência - que teve a sua votação suspensa em razão da intervenção no Estado do Rio de Janeiro – e as medidas que estão sendo adotadas pelo Executivo a fim de se manter o controle dos gastos públicos e, dessa forma, minimizar os efeitos do adiamento da pauta da previdência.
Ao discursar para os empresários, o presidente Temer explicou a opção pela intervenção no Rio de Janeiro, como medida “extrema” de combate à violência no estado e a consequente interrupção das discussões da reforma da Previdência. Ele afirmou que o sistema previdenciário e a segurança pública são temas prioritários para a administração, mas que o segundo se impôs com mais urgência neste momento. “É importante esclarecer por que tivemos de interromper a reforma da Previdência, mas o debate não parou”, disse.
Ao longo da reunião, o presidente da CNI e representantes da indústria das diferentes regiões do país apresentaram prioridades da indústria que precisam avançar, mesmo que em ano eleitoral, para se manter em andamento a agenda de competitividade no Congresso Nacional. O presidente da CNI destacou, entre os projetos prioritários do Executivo, medidas que contribuam para a simplificação e desburocratização de tributos, como a reforma do PIS/Cofins.
Wilson de Oliveira ressaltou que foi uma reunião bastante positiva, sobretudo, por demonstrar que o setor produtivo está apoiando todas as iniciativas do Governo Federal que vêm de encontro à retomada do crescimento econômico e também na questão da previdência, que é uma iniciativa afeta a todos os brasileiros.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Enel acumula 4,3 milhões de reais em compensação por falhas em Anápolis

22/03/2019

Não é só a população anapolina que sente, na pele, os problemas relacionados ao suprimento de energia elétrica no Munic...

SESC promove espetáculo humorístico “Sob Nova Direção”

22/03/2019

Nos dias 23 e 24 de março, às 20h30 e 20h, respectivamente, o espetáculo “Sob Nova Direção” promete arrancar gargalh...

Comunidade Bahá´í comemora a chegada do ano novo em solenidade

22/03/2019

A comunidade Bahá´í em Anápolis celebrou na última quarta-feira, 20, a passagem do ano novo, também chamado de Naw-rúz...

Gestores de eventos criam associação

22/03/2019

Para defender os interesses dos profissionais da área, dentre outras finalidades, foi fundada a APEFA, Associação dos Prof...