(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Levantamento revela grande número de indecisos e sinaliza segundo turno

Política Comentários 29 de setembro de 2016

Números apresentados pela Dados Pesquisa e Consultoria coloca o candidato do PT, João Gomes, em primeiro lugar, seguido pelo candidato do PTB, Roberto do Órion


Levantamento da empresa Dados Pesquisa e Consultoria para o Jornal CONTEXTO destaca o resultado de um levantamento de intenções de votos para o pleito deste domingo, em Anápolis, para a eleição de Prefeito. A amostra foi composta de 1.064 entrevistados, sendo que a coleta de dados ocorreu entre os dias 23 e 25 de setembro. Além da região central, foram sondados eleitores de 152 setores da Cidade. O nível de confiança é de 97% e a margem de erro, de 3,5% para mais ou para menos, segundo os responsáveis pelo trabalho. A pesquisa foi registrada sob o número: GO-09939/2016, constando, a mesma, na base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Na pesquisa espontânea, ou seja, aquela em que o entrevistado declara o nome de sua preferência sem nenhum ajuda, o candidato do PT, João Gomes, aparece liderando com 24,28% das intenções de votos, seguido pelo candidato do PTB, Roberto do Órion, com 12,83% da preferência dos entrevistados. Na sequência, aparecem: Pedro Canedo (DEM), 9,80%; Carlos Antônio (PSDB), 6,17%; José de Lima (PV), 3,24%; Valeriano Abreu (PSC), 3,16% e Ernani de Paula (PSDC), 1,95%. Do total de entrevistados, 29,97% declarou “não sabe” ou “não opinou”. E 8,60% que não votaria em nenhum dos candidatos.
Já na pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados por escrito aos entrevistados, a ordem de colocação é quase a mesma, variando, entretanto, os percentuais alcançados pelos candidatos. Nesta variável, João Gomes (PT), lidera com 32,19%, seguido por Roberto do Órion (PTB), 15,80%; Pedro Canedo (DEM), 10,95%; Carlos Antônio (PSDB), 7,24%; José de Lima (PV), 4,55%; Valeriano Abreu (PSC), 4,38% e Ernani de Paula (PSDC), 3,39%. Os que declararam que não sabem em quem votar ou não opinaram, somam 11,74% dos entrevistados. Os que declararam a intenção de não votar em ninguém, somam 9,76%.
O levantamento traz, ainda, a opinião dos pesquisados em relação à rejeição dos candidatos. Neste caso, quem lidera a lista é Ernani de Paula (PSDC), 20,24%; seguido por: João Gomes (PT), 14,52%; Carlos Antônio (PSDB), 10,33%; José de Lima (PV), 7,11%; Pedro Canedo (DEM), 9,01%; Roberto do Órion (PTB), 4,90% e Valeriano Abreu (PSC), 3,85%. Dentre os pesquisados, 17,06% não rejeitam nenhum dos nomes; 10,54% rejeitam todos e apenas 2,44% manifestaram que não sabem ou não opinaram.

Segundo turno
Conforme os dados apresentados pela Dados Pesquisa e Consultoria/Jornal CONTEXTO, se as eleições fossem realizadas hoje, poderia haver segundo turno, em se considerando um cenário em que os votos dos indecisos migrariam para vários candidatos. A possibilidade de não haver segundo turno também pode ocorrer, se houver uma grande migração dos votos dos indecisos para o candidato do PT. Portanto, não há uma possibilidade absoluta, em razão desta suscetibilidade do quadro. Além do que, a coleta das informações foi tomada entre os dias 23 e 25 do mês corrente e, num processo eleitoral bastante dinâmico, como acontece em Anápolis, mudanças de cenário podem ocorrer.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...