(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Leopoldo de Bulhões: Obra para conter erosão vai começar

Cidade Comentários 28 de agosto de 2015

A ordem de serviço será assinada na sexta-feira, 28. Projeto de recuperação e reurbanização na região vai custar cerca de R$ 9 milhões


Um problema histórico em Anápolis pode estar com os dias contados. Trata-se da erosão da Rua Leopoldo de Bulhões, na região central, que há vários anos causa transtornos para os moradores ou para quem precisa passar pelas imediações. Nesta sexta-feira,28, será assinada a ordem de serviço para o início da obra. A primeira etapa será a contenção do processo erosivo. Posteriormente, a Prefeitura executará um projeto para a reurbanização da área recuperada.


Agora, será feita a estabilização da encosta da rua, no trecho mais crítico, dando segurança as pistas e as residências próximas. A Prefeitura irá realizar toda a revitalização de galerias e de drenagem de águas pluviais.


O secretário municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Leonardo Viana, explicou que devido a essa movimentação que existiu, é um sistema que está todo interrompido, deslocado e é necessária uma intervenção. “Com isso, as águas de chuva serão encaminhadas de forma correta até o ponto mais baixo, até o leito do córrego que verte, posteriormente, para o João Leite”, detalhou.


A previsão é os serviços sejam feitos em quatro meses. Leonardo Viana destacou que o período seco dará mais velocidade a equipe. “Até dezembro queremos tudo concluído para que a gente não passe mais um período chuvoso nessa situação”, comentou o secretário.


Segundo informações da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, há a necessidade de investimentos de quase R$ 9 milhões para a recuperação total daquela área. Mas haverá uma contrapartida orçada em R$ 5 milhões, resultado de um acordo com empresas responsáveis pela construção de dois condomínios fechados em Anápolis que farão a compensação ambiental por meio destas melhorias.


Será realizado o estaqueamento metálico, o reforço do solo com atirantamento, que um dos métodos mais modernos de contenção. Além da construção de muro de sustentação e ainda a drenagem do lençol freático da região. Os procedimentos são semelhantes aos das construções das trincheiras das avenidas Universitária e Brasil. O principal objetivo é dar a segurança necessária ao sistema viário na Leopoldo de Bulhões, um importante sistema que não pode ficar interrompido e também dar todo suporte às residências próximas.

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Oposição e situação criam embate por situação do PETI

19/04/2017

Ao usar a tribuna na sessão de quarta-feira ,19, o vereador Antônio Gomide (PT) falou sobre a necessidade de a gestão muni...

Caixa equilibrado foi a maior conquista, avalia Roberto Naves

12/04/2017

Numa entrevista coletiva, com a presença de quase todos os membros de seu secretariado e de vários vereadores, o Prefeito R...

Prefeitura anuncia revitalização do Mercado Municipal em curto prazo

07/04/2017

O Mercado Municipal “Carlos de Pina” é um dos principais pontos turísticos da cidade e também um local tradicional de ...

Alvará de funcionamento terá rigorosa fiscalização na Cidade

23/03/2017

A Divisão de Fiscalização e Posturas vai desencadear, no início de abril, uma intensa e rigorosa fiscalização em todos ...