(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

KGB

Boa Prosa Comentários 20 de agosto de 2010

Lideranças políticas que se acostumaram com a bajulação barata e não suportam qualquer tipo de crítica, deram, agora, para bisbilhotarem a vida pessoal de trabalhadores na comunicação.


Lideranças políticas que se acostumaram com a bajulação barata e não suportam qualquer tipo de crítica, deram, agora, para bisbilhotarem a vida pessoal de trabalhadores na comunicação. No mais legítimo estilo da antiga KGB, a temida polícia secreta da União Soviética. É assim: Quem não se adapta ao puxassaquismo, é considerado inimigo, mesmo que faça críticas construtivas. Tudo, na base da ameaça e do amedrontamento. Para uns, até que cola. Mas, para quem trabalha conscientemente, tais atos servem, mais, como estímulo a prosseguirem no caminho da ética e da imparcialidade. Aos enamorados do poder, acreditando que ele seja perene, só resta o desprezo.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Boa Prosa