(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Jornal Contexto e Plumatex promovem mais uma edição do ‘Sétima Arte’

Especial Comentários 16 de dezembro de 2016

Programa Sétima Arte, idealizado pelo jornalista Vander Lúcio Barbosa, encerra atividades do ano levando 250 alunos da APAE ao cinema. Além de assistir ao filme Masha e o Urso, os estudantes receberam lanche e fizeram um passeio pelo Anashopping


Encerrando as atividades programadas para de 2016, o Programa Sétima Arte, desenvolvido pelo Jornal Contexto, proporcionou uma tarde de lazer e entretenimento para alunos matriculados na Escola “Maria Montessori”, mantida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Anápolis. Desta vez, foram contemplados mais de 250 crianças, adolescentes e adultos, que passaram a tarde do último dia 13 no Anashopping, onde assistiram ao filme “Masha e o Urso”, um desenho russo com personagens carismáticos e bagunceiros em exibição nos cinemas nacionais desde o último dia 08 de dezembro.
Tendo à frente o Jornal Contexto, o Programa Sétima Arte é desenvolvido em parceria com o Cine Prime, que cede uma de suas salas de exibição para receber crianças e adolescentes atendidos pelo programa. Em sua última edição de 2016, o programa contou também com a parceria da Plumatex Colchões. Para o empresário Moacir Melo, presidente da empresa que apoia o ‘Sétima Arte’, “projetos como este, promovido pelo jornal Contexto, sem sombras de dúvidas ajudam na melhoria de vidas, especialmente de crianças e adolescentes que residem em bairros e vilas da periferia de Anápolis. Essas crianças, em grande parte, convivem com riscos de toda a natureza e precisam de uma maior atenção, amor e carinho de toda a comunidade”, definiu Melo que é membro do Conselho de Governadores do Rotary Internacional no Brasil.
De acordo com o coordenador do projeto, jornalista Vander Lúcio Barbosa, outro objetivo é proporcionar novas perspectivas de vida para pessoas que ainda não se sentem plenamente inseridas na sociedade, inclusive os portadores de necessidades especiais, como os alunos da APAE que foram contemplados nesta última edição do programa. Criado há quatro anos, o projeto já beneficiou cerca de 4,5 mil pessoas em uma ação de inclusão social que consiste em levar às salas de cinema do Anashopping, idosos, crianças e adolescentes na faixa etária entre nove e 16 anos de baixa renda ou em situação de risco e, também, pessoas com necessidades especiais, todos assistidos por escolas públicas ou entidades não governamentais (ONG’s).
Vander Lúcio destaca que a intenção do programa é a de transformar vidas, especialmente de crianças e adolescentes que residem em locais onde convivem com riscos sociais de toda a ordem. “A ideia, a proposta do programa não é fazer e nem promover a filantropia, a caridade. O nosso pensamento é o de interagir, conviver, sentir o cheiro de pelo menos por alguns poucos momentos, com pessoas que, por circunstâncias diversas, são desfavorecidas de alguns privilégios que nos cercam. Temos que, pelo menos tentar derrubar essas fronteiras, esses muros que inconscientemente, culturalmente, edificamos todos os dias. Essas muralhas nos afastam de nossas crianças, dos nossos idosos”, sintetizou o coordenador do programa assinalando que, “em resumo, o objetivo é o oferecimento de novas perspectivas de vida para crianças e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidade social”.

Reações
O cadeirante e portador de necessidades especiais Jailson Ermínio Caixeta, de 21 anos, aluno do Programa Pedagógico Especifico (PPE) da APAE, estava exultante e ansioso antes de entrar na sala de cinema, onde foi assistir a um filme pela primeira vez. “Quero voltar outras vezes”, disse Jailson com um grande sorriso que demonstrava a sua alegria em ver um filme em uma sala de cinema pela primeira vez em sua vida.
Lucas Gabriel de Oliveira, 14 anos, aluno do 6º ano do programa Atendimento educacional Especializado (AEE) da APAE estava ansioso para entrar na sala de cinema e assistir o desenho Masha e o Urso. “Vai ser muito bom”, disse Lucas, frisando que no próximo ano quer voltar com seus colegas para mais uma tarde de lazer e entretenimento. Outra que também estava eufórica em participar do passeio foi Ednice Lisboa, de 50 anos, aluna do programa Educação Especial para Jovens e Adultos (EJA), apesar de ter sido o segundo ano que ela foi com a turma de alunos da APAE ao

Programa Sétima Arte.

Para o proprietário do Cine Prime, Marcos Fernandes Vieira, o Programa Sétima Arte desperta nas crianças e adolescentes o saudável hábito de ir ao cinema, além de fazer com que eles convivam com outras pessoas. Para ele, a felicidade estampada no rosto de cada criança atendida pelo programa “é uma imagem mágica” e uma resposta positiva aos objetivos do Sétima Arte. Ele afirmou que se sente feliz em participar desta parceria com o Jornal Contexto, revelando que, também, criou um projeto de nome “Escola vai ao cinema” para despertar nas crianças e adolescente o gosto pela sétima arte e criar o hábito de assistir filmes em salas de projeções com mais freqüência. “Cinema não é apenas arte”, disse Marcos Fernandes lembrando que é também cultura, informação e entretenimento.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Especial

Equipe realiza Seminário de Educação em Kuito

12/01/2018

A equipe que participa do projeto EDUKA+ANGOLA realizou entre os dias 03 a 05 de janeiro, na cidade do Kuito, na província d...

Força tarefa investiga morte de agentes prisionais em Anápolis

05/01/2018

Em entrevista coletiva na manhã da última quarta-feira, 03, o Delegado Geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, anunciou a...

RETROSPECTIVA 2017 - Um ano de muitas conquistas para o setor cultural anapolino

29/12/2017

O ano de 2018 foi positivo para o setor cultural de Anápolis, apesar das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura. A avalia...

RETROSPECTIVA 2017 - A economia tenta retornar aos trilhos do desenvolvimento

29/12/2017

Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho revelou que 2016 fechou com saldo negativ...