(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

IPVA determinou o aumento dos repasses estaduais

Economia Comentários 10 de fevereiro de 2017

O volume de repasses de impostos registrou um aumento geral de 6,77% em 2016, na comparação com o ano anterior


Os repasses de recursos do Governo do Estado para Anápolis, referente às cotas do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA); do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) tiveram um incremento de 6,77% em 2016, na comparação com o ano anterior, ou seja, 2015.
Conforme levantamento feito pelo Jornal CONTEXTO no Portal Goiás Transparente, em 2016 o total de repasses relativos aos três impostos (IPVA, IPI e ICMS) foi de mais de R$ 215 milhões. Em 2015, o valor foi de mais de R$ 201,3 milhões. Os valores são menores do que o apurado em 2014, que se chegou à soma de R$ 217,3 milhões.
Entre os três repasses, chama a atenção o IPVA, que tem um gráfico crescente. Em 2014, o repasse para o Município foi de R$ 26,3 milhões, pulando para R$ 31,3 milhões em 2015 e para R$ 38,5 milhões no ano passado. Na comparação de 2015 para 2016, a variação foi de 22,97%.
O repasse referente ao ICMS, em 2016, somou mais de R$ 175,2 milhões. Com aumento de 3,90% em relação ao ano anterior, quando o repasse foi de R$ 168,6 milhões. As arrecadações de 2015 e 2016, porém, foram menores que o apurado em 2014, que somou R$ 189,3 milhões.
O IPI teve queda de pouco mais de 10%. No ano passado, o repasse ficou em R$ 1,2 milhão e, em 2015, o repasse foi de mais de R$ 1,4 milhão. Os valores também são inferiores ao de 2014, quando o repasse chegou a R$ 1,6 milhão.
Receitas
Conforme os dados do Portal Goiás Transparente, no ano passado, o Estado teve uma receita realizada, relativa ao ICMS, de mais de R$ 12,9 bilhões. Em 2015 e 2014, os valores apurados foram de R$ 13,7 bilhões eR$ 13,2 bilhões, respectivamente. Quanto ao IPVA, no ano passado, a receita do Estado foi de R$ 1,2 bilhão. Nos anos anteriores, ou seja, 2015 e 201, os valores foram de R$ 1,063 bilhão e R$ 914,3 milhões, respectivamente. Não tem informação específica sobre o IPI.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

CDL diz que vendas tendem a reagir

14/09/2017

Com um índice inferior ao registrado no conjunto dos municípios goianos, as vendas no comércio varejista de Anápolis caí...

Corrente de comércio supera US$ 1,2 bi

08/09/2017

Dados divulgados pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior apontam que o volume de importações e...

Produção de 2017 daria para alimentar goianos por 13 anos

08/09/2017

Em 2017, a produção agrícola de Goiás alcançou 22 milhões de toneladas. Esta produção seria suficiente para alimentar...

Casa do ex-prefeito Anapolino de Faria está sendo restaurada

18/08/2017

Projetada por um dos mais importantes e conhecidos arquitetos do Brasil, Oscar Niemeyer, a casa do ex-prefeito Anapolino de F...