(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Instituto realiza mais uma etapa do Mulheres Mil

Geral Comentários 24 de janeiro de 2014

Programa terá este ano cursos voltados para as áreas de recursos humanos e de cosméticos


O Instituto Federal de Goiás- IFG Câmpus Anápolis, divulgou na última quarta-feira,22, o resultado da seleção do programa Mulheres Mil para as turmas do primeiro semestre de 2014, no site da instituição, que pode ser acessado no endereço eletrônico: www.anapolis.ifg.edu.br. Nesta segunda etapa, os cursos são nas áreas de recursos humanos e de cosméticos. No ano passado, eles foram voltados para a área da construção civil. O programa conta com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.
Ao todo são 70 vagas, sendo 35 para o curso de Auxiliar de Recursos Humanos e as outras 35 oportunidades para formação como Operador de Processos Químicos Industriais: produção industrial de cosméticos. O primeiro curso acontece entre março e julho de 2014 (três vezes por semana) e o segundo, entre março e outubro de 2014 (duas vezes por semana).
O IFG- Câmpus Anápolis é responsável pelo processo seletivo e realiza os cursos na instituição. Foram levados em conta critérios socioeconômicos/vulnerabilidade social. As aulas serão ministradas no período vespertino, de 13h30 às 17h30.

Programa Mulheres Mil
O trabalho de inscrição é feito em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, que envolvem os trabalhos do IFG, dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) instalados nos residenciais Copacabana (Região Sul), Summerville (Região Leste) e das Flores (Região Norte), e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.
O programa do Governo Federal intitulado Mulheres Mil começou a ser desenvolvido em 2012. O principal objetivo é viabilizar o ingresso e a permanência com êxito da população feminina brasileira em situação de vulnerabilidade social, visando sua inclusão educativa e sua promoção social e econômica. De acordo com o Governo Federal, por meio da formação e elevação de escolaridade, pretende-se dar ao público assistido condições de melhorar seu potencial de empregabilidade, a qualidade de suas vidas, de suas famílias e de suas comunidades.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...