(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Iniciada a construção de calçadas em toda a Avenida Brasil Norte

Cidade Comentários 20 de outubro de 2017

Obras integram o pacote do Plano de Mobilidade Urbana. Plataformas de embarque também são construídas


A Avenida Brasil ainda está em transformação. A via recebe, neste momento, intervenções que já deram um novo perfil para o principal eixo de ligação sul e norte da cidade. O Plano de Mobilidade Urbana criou, por exemplo, uma terceira faixa exclusiva para o transporte coletivo que ainda está ganhando 10 plataformas de embarque de passageiros. Mas, isso não é tudo. O pedestre, maior beneficiário de um trânsito mais humanizado está ganhando um novo espaço.
São 4,5 Km de calçadas dotadas de acessibilidade, construídas de um lado e do outro. Serão contempladas milhares de pessoas todos os dias, em deslocamento seguro até a universidade, a escola, o comércio, o hospital e importantes adjacências.
No Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), que também é contemplado pela extensão de uma delas, a repercussão foi muito positiva. Fátima Silva Gomes, 38, foi visitar o marido que, ao lado dela, sofreu um acidente de carro. Com um curativo no joelho esquerdo ela ainda caminha com cuidado. “É uma providência muito boa. Principalmente para quem tem dificuldade de andar”, argumentou.
A superintendente do Huana, Lázara Maria de Araújo Mundim de Souza, informa que 70% dos pacientes buscam tratamento de ortopedia, na maioria das vezes, com muita dificuldade de locomoção. “Essa acessibilidade é muito importante para os pacientes e para os funcionários que se deslocam para ir e vir para o trabalho”, comentou.
Na UniEvangélica, o trânsito de estudantes ganhou segurança. A estudante do 5º período de Arquitetura, Cássia Dias Roriz, 20, conta que há muito tempo prefere utilizar a Avenida Universitária, caminho mais longo até a casa dela. No entanto, ela está otimista e acredita que, com essa e outras bem feitorias, como a iluminação e a drenagem, que irá protegê-la de enxurradas, o caminho estará livre para voltar a transitar a pé pela Avenida Brasil.
Segundo o reitor da UniEvangélica, Carlos Hassel, há muito tempo a região vinha sofrendo com a falta de calçadas, inclusive, com o registro de acidentes. “Quero parabenizar essa iniciativa da Prefeitura. Temos mais de quatro mil alunos que moram nessa região e se deslocam a pé para ir e vir. É uma calçada muito bem feita e vai colaborar para evitar qualquer tipo de acidente no percurso”, salientou.
Mas há quem perceba benefícios indiretos, como é o caso da comerciante Maria Aparecida de Souza, 58, que tem um quiosque ao lado do Hospital de Urgências Dr. Henrique Santillo. “Espero que as coisas dêem uma melhorada”, salientou. Ela acredita que, com as duas calçadas, as pessoas vão passar a fazer caminhadas e a freguesia pode melhorar, situação que pode ser compartilhada por outros comerciantes.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...