(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Influenciadores digitais impactam os jovens

Cultura Comentários 20 de setembro de 2018

Mercado aposta neste nicho de profissionais para impulsionar vendas


Os influenciadores estão em segundo lugar no poder de tomada de decisão na compra de um produto, perdendo apenas para amigos e parentes, que alcançaram 57%. Os dados da pesquisa são do Instituto QualiBest e mostram como os influenciadores podem ser importantes para potencializar ações de marketing e vendas, por exemplo. Para os especialistas da Setters, ferramenta de mapeamento de influenciadores, esse diagnóstico mostra o potencial que as mídias sociais têm nos dias atuais.
Pequenas e médias empresas geralmente ficam à margem desse ambiente por não conseguirem arcar com os custos de influencers com grandes números de seguidores e que estão consolidados no mercado. De acordo com a pesquisa da Nielsen “Global Trust in Advertising” feita em 2015, 83% dos consumidores confiam em recomendações feitas por pessoas que conhecem, acima de qualquer outra propaganda.
Segundo Carolina Zaine, especialista em inteligência digital e co-fundadora da Vert Inteligência Digital, de uns quatro a cinco anos para cá as empresas começaram a perceber que o influenciador digital pode ajudar as marcas no seu processo de divulgação e contextualização de mensagens. “Este começo, ainda é uma realidade distante para grande parte do mercado, já que na maioria das vezes apenas as marcas com grande relevância conseguem utilizar-se deste tipo de estratégia em suas ações”, afirma.
É importante ressaltar que os microinfluenciadores são mais nichados e podem estar mais próximos do público que se quer alcançar. Trabalhar com influenciadores é uma das maneiras mais assertivas de atingir o público. Os dados do Instituto QualiBest ainda mostra que as redes sociais preferidas são: Facebook com 92%, Youtube, 90%, Instagram 73% e Twitter com 31%.
As marcas precisam levar em conta esse movimento, principalmente as micro e pequenas empresas. “Os microinfluenciadores podem ser de grande valia quando o assunto é campanha para pequenas e médias empresas, não só porque o preço será mais acessível, mas também é possível contratar vários influencers para a mesma campanha e ter um público ainda mais variado para o produto”, enfatiza Carolina Zaine.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Cultura

Escola de Artes “Oswaldo Verano” comemora 50 anos

07/12/2018

Há 50 anos começava uma história de dedicação ao ensino artístico na cidade. Nascia a Escola de Artes Oswaldo Verano, e...

Espetáculo resgata atrizes de Hollywood em Anápolis

23/11/2018

A busca de refúgio da vida turbulenta pela fama, recomeço após frustrações na carreira ou simplesmente aproveitar as fé...

Escola de artes oferece oficina de gravura em metais

16/11/2018

A Escola de Artes Oswaldo Verano, unidade cultural de formação mantida pela Prefeitura, vai ofertar uma oficina de aplicaç...

Monty Python chega a Anápolis pela Companhia Cotovelo, do DF

16/11/2018

A Companhia Cotovelo é uma companhia de Brasília formada por quatro integrantes que trabalham no espaço Casa dos Quatro, o...